Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 08maio

    ESTE TEXTO É DO DISCURSO DE POSSE DO PRESIDENTE DA FRANÇA , NICOLAS SARKOZY

    Derrotamos a frivolidade e a hipocrisia dos intelectuais progressistas. O pensamento único é daquele que sabe tudo e que condena a política enquanto a mesma é praticada.

    Não vamos permitir a mercantilização de um mundo onde não há lugar para a cultura: desde 1968 não se podia falar da moral. Haviam nos imposto o relativismo. A idéia de que tudo é igual, o verdadeiro e o falso, o belo e o feio, que o aluno vale tanto quanto o mestre, que não se pode dar notas para não traumatizar o mau estudante.

    Fizeram-nos crer que a vítima conta menos que o deliqüente. Que a autoridade estava morta, que as boas maneiras haviam terminado. Que não havia nada sagrado, nada admirável.

    Era o slogan de maio de 68, nas paredes de Sorbonne: ” Viver sem obrigações e gozar sem trabalhar “. Quiseram terminar a escola de excelência e do civismo. Assassinaram os escrúpulos e a ética.

    Uma esquerda hipócrita que permitia indenizações milionárias aos grandes executivos e o triunfo do predador sobre o empreendedor. Esta esquerda está infiltrada na política, nos meios de comunicação e na economia. Uma esquerda que tomou gosto do poder.

    A crise do trabalho é uma crise moral. VOU REABILITAR O TRABALHO !

    Deixaram sem poder as forças da ordem e criaram uma farsa: ” Abriu-se uma fossa entre a polícia e a juventude ” Os vândalos são bons e a polícia é má. Como se a sociedade fosse sempre culpada e o deliqüente inocente.

    Defendem os serviços públicos mas jamais usam o transporte coletivo. Amam tanto a escola pública, e seus filhos estudam em colégios privados. Dizem adorar a periferia e jamais vivem nela. Assinam petições quando se expulsa um invasor de moradia, mas não aceitam que o mesmo se instale na sua casa.

    É essa esquerda que desde maio de 1968 renunciou o mérito e o esforço, que atiça o ódio contra a família, contra a sociedade e contra a República.

    Isto não pode ser perpetuado num País como a França. E POR ISSO ESTOU AQUI !

    Não podemos inventar impostos para estimular aquele que cobra do Estado sem trabalhar. Quero criar uma cidadania de deveres.

    PRIMEIRO OS DEVERES, DEPOIS OS DIREITOS

    Nicolas Sarkozy – Presidente da França

    ANALISANDO :-  Será  que alguém no Brasil pode vestir a carapuça ?  Tenho a nítida impressão que o Presidente Francês falou diretamente para muitos de nossos intelectuais e para a esquerda tupiniquim.

    Ou não é verdade que  o intelectual brasileiro esquerdista ama , por exemplo,  Cuba e fala maravilhas da Ilha cujos donos são os Irmãos Castro, mas o apartamento para as férias está em Paris. Cuba só em audiovisual. ( Não é, Senhor Chico Buarque ?)

    A minha admiração não é pela Ilha de Cuba, tão cantada em prosa e verso. E sim pelo valoroso Povo Cubano que resiste por meio século a uma ditadura familiar, sem perder a esperança de um dia as coisas se transformarem.

    Com a palavra Barack Obama, pois, afinal, um fim do embargo, fulmina a única justificativa dos Irmãos Castro para tanta repressão.

     

    Publicado por jagostinho @ 23:39



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

3 Respostas

WP_Cloudy
  • Zé Luis Disse:

    Po que coisa linda esse discurso. Não tinha lido em lugar nenhum.

    Parece q o Sarkozy estava se referindo a nossa turminha cá Brasil. Na mosca

  • Silvana Disse:

    Magnífico… rsrsrs… será que não era sobre o Brasil que ele estava se referindo?????? Conheço bem estes discursos.

  • Luís Henrique Disse:

    O discurso de posse de Sarkozy pode ser lido na íntegra aqui. Pelo menos, por quem sabe francês.

    http://www.elysee.fr/president/les-actualites/discours/2007/ceremonie-d-installation-du-president-de-la.8232.html

    Como se pode facilmente verificar, não relação absolutamente nenhuma com esse texto cheio de ódio e ressentimento.

    Se queremos realmente restabelecer os bons e velhos valores, que tal começar pelos bons e velhos valores da honestidade e da integridade intelectual?

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.