Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 27maio

    PARANÁ-ONLINE

     “A organização não-governamental (ONG) Geração de Emprego, Renda e Apoio ao Desenvolvimento Regional (Gerar) foi condenada hoje pela 3ª Vara Federal de Curitiba a restituir o dinheiro público à União usado para pagamento por serviços prestados por empregados e conselheiros diretamente vinculados à própria ONG. De acordo com dados do site da Gerar, a entidade tem como presidente de honra Zilda Arns, fundadora da Pastoral da Criança, e tem como superintendente executiva Heloisa Arns Neumann Stutz, sua filha.

    O Ministério Público Federal (MPF) propôs ação civil pública para que fosse declarada a nulidade do termo de parceria celebrado entre a Gerar e a União e pedindo a devolução dos valores repassados pelo Estado. De acordo a denúncia, não haveria prova de que foi criado emprego e renda nos Estados beneficiários no projeto – Acre, Ceará, Pernambuco, Bahia e Distrito Federal.

    Os recursos repassados foram utilizados para pagamento de diárias, traslados, reembolso de despesas de viagem, implantação de escritório regional da entidade, assessoria de projeto, coffee breaks e passagens aéreas, além de outros gastos, com parte desses valores sendo direcionados aos dirigentes da entidade. “

    ANALISANDO:-  Sem dúvida, uma notícia dessas desnorteia qualquer um que conhece o notável trabalho de Zilda Arns, que descende de uma família honrada. Trabalho este, na Pastoral da Criança, com reconhecimento internacional. E que serviu de modelo para outros países e entidades, na luta, principalmente, pela erradicação da desnutrição infantil.

    Atenua um pouco, mas não consola, o fato de Zilda Arns, ser a Presidente de Honra da ONG denunciada. Pois, afinal, sua filha, Heloísa, é a Superidentende Executiva. Nego-me, peremptóriamente, a acreditar que  a Sra. Zilda soubesse dos fatos narrados na denúncia.

    O caso, entretanto, serve de alerta, pois tem muita ONG, aliás, milhares espalhadas pelo Brasil, que prestam um desserviço à Nação, e que foram criadas, exclusivamente, para captar e desviar recursos públicos. 

    É  um grande desafio a ser enfrentado, com rapidez e muita seriedade. Pois, milhões de reais, escorrem pelo ralo da cobiça de uns espertalhões, que jamais imaginam o quanto esse dinheiro surrupiado, poderia atenuar a miséria nos grotões do país e na periferia de nossas cidades.

    Publicado por jagostinho @ 11:17



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Uma resposta

WP_Cloudy
  • Jonas Disse:

    Esse é o país do futuro Jota.
    Principalmente para aqueles que querem garantir de forma dúbia o futuro de parentes e amigos.

    Parabéns pelo blog, é ótimo ter acesso a comentários coesos e coerentes.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.