Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 29ago

    eBAND

    antifumo

    A política brasileira antitabagista ficou imobilizada durante muito tempo, mas ela conseguiu evoluir em 2009 com o aumento do preço do cigarro e com a vigência da lei antifumo em São Paulo, que gerou legislação semelhante em outras cidades do país.O Dia Nacional de Combate ao Fumo, lembrado neste dia 29 de agosto, terá estas duas conquistas para comemorar neste ano.

    Sergio Ricardo dos Santos, coordenador do Prevfumo, núcleo de tratamento do tabagismo da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), diz que com a elevação dos impostos para a venda de cigarro no Brasil, que visava a compensar a perda tributária com o pacote de estimulo à economia, se percebeu uma diminuição do tabagismo.

    “Desde a adoção da medida, em maio, até o mês de julho, cresceu em 10% a procura por tratamento para largar o vício. As pessoas nos relataram que este foi um fator que contribuiu para a decisão”, diz o pneumologista.

    De acordo com o médico, nações em desenvolvimento que aumentam o preço final do maço de cigarros conseguem reduzir o seu percentual de fumantes.

    “Em países desenvolvidos, o preço médio do maço do cigarro custa U$ 7 (cerca de R$ 13). Aqui, o produto custa em média R$ 3”, explica.

    O coordenador comenta que neste mês, quando entrou em vigor a lei antifumo no Estado de São Paulo, o aumento do número de pessoas que buscaram auxílio para deixar de fumar saltou para 35%.

    “A maioria das pessoas consegue parar de fumar em dois meses com o tratamento, mas o acompanhamento pode ser estendido para até 12 meses, pois algumas preferem continuar por medo de recaírem”, explica.

    Segundo o Ministério da Saúde, o tabagismo causa mais mortes prematuras no mundo do que a soma de todas as mortes provocadas por Aids, cocaína, heroína, álcool, acidentes de trânsito, incêndios e suicídios.

    O órgão informa que o consumo de cigarros é a mais devastadora causa evitável de doenças e mortes prematuras da história. Anualmente, 4,9 milhões de pessoas morrem no mundo devido a doenças relacionadas diretamente ao tabagismo.



    Publicado por jagostinho @ 17:01



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

6 Respostas

WP_Cloudy

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.