Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 01abr

    eBAND

    Sorrisos, por enquanto- Foto de arquivo

    Em eventos paralelos realizados nesta quarta-feira, os pré-candidatos à Presidência da República José Serra (PSDB) e Dilma Roussef (PT) despediram-se dos cargos de governador e ministra, respectivamente.

    Para celebrar o fim de seu mandato, Serra reuniu cerca de quatro mil pessoas no Palácio dos Bandeirantes, na capital paulista. Dilma, por sua vez, teve o apoio do presidente Luis Inácio Lula da Silva na cerimônia de posse dos novos ministros no Palácio do Itamaraty, em Brasília.

    Com discursos emocionados, ambos destacaram os resultados positivos de suas gestões e também usaram frases de candidatos para se despedir do cargo.

    Destaque para programas

    Em São Paulo, Serra defendeu um mandato cumpirdo com caráter. “Este é um governo de caráter, que manteve a sua coerência, não cedeu à demagogia, a soluções fáceis e erradas para problemas difíceis. Nem se deixou pautar por particularismos e mesquinharias”, avaliou. E ainda salientou que sua maior obsessão sempre foi servir aos interesses gerais do Estado de São Paulo e do país.

    O governador destacou ainda alguns dos programas implantados em sua gestão, como o Viva Leite, que se destina a distribuir leite às crianças de até seis anos; o Renda Cidadã, que oferece recursos financeiros à famílias em situação de vulnerabilidade; o Bom Prato, restaurante popular com refeições a um preço acessível, entre outros. Serra classificou seu mandato como popular. Em clima de campanha, ele ainda afirmou: “Vamos juntos, o Brasil pode mais!”

    Apoio do presidente Lula

    Com o apoio do presidente Lula, Dilma Roussef discursou após a posse dos novos ministros. Também demonstrando emoção, a ex-ministra disse que não pretende cortar laços com o governo do presidente Lula e afirmou que os sete anos e meio que esteve a serviço do governo a preparam para assumir batalhas ainda mais rígidas do que a disputa pela Presidência da República.

    Em sua fala, a pré-candidata usou palavras como sonho, otimismo, fé e alegria, deixando de lado os números e planilhas muito usados em seus pronunciamentos. Dilma destacoufalou ainda sobre como se sente ao deixar o governo. “Sinto uma alegria melancólica porque estamos saindo do governo que mais fez pelo povo desse país. Sentimos uma estranha alegria triste, mas a alma está cheia de otimismo e fé” afirmou. “Nós nos despedimos, mas não somos aqueles que estão dizendo adeus, somos os que estão dizendo até breve”, completou.

    Última a ser citada no discurso do presidente Lula, Dilma foi classificada como “uma figura”. E acrescentou que não se lembra de “quantas vezes a Casa Civil deste país funcionou com a competência que funcionou” nesta gestão.

    Publicado por jagostinho @ 10:31



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

3 Respostas

WP_Cloudy
  • fagundes Disse:

    quem é o PT para falar de campanha decente. Foram os mais indecentes na oposiçaõ e os mais indecentes no poder. Fora Dilma.

  • teixeira Disse:

    A Campanha do PT vai ser milionária. Nem em campanha para presidente dos EEUU rolou tanta grana assim. São bilhões de dólares. Nosso dinheiro .Uma vergonha.

  • franco Disse:

    Mensalão todo partido faz. Ninguem é santinho. Mas os petralhas são sofisticados. Roubam com classe e com apetite grandioso. E porque? Porque não acontece nada. Esse é o nosso Brasil

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.