Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 19abr

    eBAND

    FHC: "a escolha eleitoral é privada"

    O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (1995 – 2003) considera o resultado da corrida presidencial de 2010 imprevisível. Entrevistado pelos jornalistas Boris Casoy, Fernando Mitre, Joelmir Betting e José Paulo Andrade na edição deste domingo no programa Canal Livre, da Band, FHC disparou contra os petistas Lula e Dilma Rousseff e defendeu seu colega de partido no PSDB José Serra como melhor opção na disputa.

    Para FHC, a candidata do PT ao Planalto ainda é uma incógnita. Apesar de ter sido ministra de Minas e Energia e da Casa Civil no governo Lula, ela não tem a experiência de Serra como prefeito e governador. “Acho que (Serra) é mais seguro para o Brasil”, opinou.

    Perguntado sobre como a popularidade do presidente Luiz Inácio Lula de Silva, em torno de 76%, pode influir na disputa a favor de Dilma, FHC tratou de minimizá-la, dizendo que há outros casos em que esse tipo de transferência não ocorre. A derrota da Concertación, partido que governou o Chile por 20 anos, em 2010, seria um dos exemplos.

    Fernando Henrique é um dos que acreditam que Lula vai longe demais no apoio a Dilma. “A popularidade não dá esse direito (…) a escolha eleitoral é privada”, lembrou, ressaltando que não usou a máquina pública para apoiar Serra, seu candidato nas eleições de 1994.

    Bom momento da economia

    Questionado pelos entrevistadores sobre o bom momento da economia brasileira, que superou a crise mundial, o ex-presidente fez ressalvas. “Quanto tempo vai durar esse élan ninguém sabe”, disse, alertando para o fato de que o país não pode ser exportador de matéria prima caso queira crescer mais. A educação e a situação fiscal também podem ser empecilhos a um crescimento sustentável, para FHC.

    “Ele (Lula) é muito bom para comunicar e tem um valor simbólico (…) e como a economia está bem, então tudo bem”, disse o ex-presidente, rapidamente adicionando: “eu acho que ele tem um lado Macunaíma forte demais”.

    Publicado por jagostinho @ 10:33



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.