Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 01jul

    BLOG DO JOSIAS DE SOUZA

    Sob desatenção de Guerra e Maia, nas pontas, Serra "celebra" Indio

    Em articulação subterrânea, Lula imprimiu suas digitais na crise que levou à desmontagem da chapa puro-sangue do PSDB.

    O presidente telefonou na terça-feira (29) para o senador Osmar Dias (PDT-PR).

    Fez um apelo para que ele retomasse o projeto de disputar o governo do Paraná.

    Osmar é irmão de Álvaro Dias (PSDB-PR), o senador que o presidenciável tucano José Serra escolhera para seu vice.

    Antes do telefonema de Lula, Osmar rumava para a disputa ao Senado.

    Concorreria à reeleição na chapa de Beto Richa, candidato tucano ao governo paranaense.

    Lula cuidou de recordar a Osmar que, há mais de um ano, empenha-se para fazer dele seu candidato no Paraná, com o apoio do PT e do PMDB.

    A ligação de Lula deixou Osmar balançado. Acionado pelo Planalto, o ministro Carlos Lupi (Trabalho), mandachuva do PDT foi ao senador.

    Ao final da conversa com Lupi, Osmar já era, de novo, candidato a governador, não mais a senador.

    A notícia ganhou a velocidade de um raio.

    Foi alardeada, via micro-blog, pelo ministro Alexandre Padilha, coordenador político de Lula.

    Ganhou as manchetes no Paraná. E se espalhou pela web.

    Logo chegaria à casa do senador ‘demo’ Heráclito Fortes (PI), onde o presidente do DEM, Rodrigo Maia (RJ), reunia-se com congressistas da legenda.

    Interlocutor habitual de Osmar Dias, Rodrigo alertara ao senador que o DEM não engoliria a seco a acomodação de Álvaro Dias na vice de Serra.

    O próprio Álvaro relatara ao irmão, na noite de terça, que a barricada erguida pelo DEM fizera sua indicação subir no telhado.

    Osmar, que a meses protagonizava um vaivém entre Serra e Dilma, sentiu-se como que liberado para se render aos apelos de Lula.

    Com seu gesto, ofereceu ao DEM o derradeiro argumento para encostar Serra contra a parede.

    Virara pó a principal alegação de Serra –a de que a opção por Álvaro atrairia Osmar e dinamitaria o palanque paranaense de Dilma.

    Lula foi dormir, na noite de terça, celebrando dois feitos: ressuscitara a candidatura governamental de Osmar e ajudara a envenenar as relações de Serra com o DEM.

    Noctívago contumaz, Serra ganhou uma razão adicional para manter-se acordado na madrugada de quarta (30).

    Surpreendido pelo recuo de Osmar, o candidato tucano convenceu-se, a contragosto, de que a meia-volta tornara-se inevitável.

    Já decidido a lançar Álvaro Dias ao mar, Serra ensaiou um recuo parcial. Cogitou substituí-lo por uma opção tucana: o deputado Gustavo Fruet (PSDB-PR).

    Parecia dar de ombros para um relato que ouvira de Fernando Henrique Cardoso, que passara a tarde recolhendo, a portas fechadas, as queixas da cúpula ‘demo’.

    Estava em jogo a aliança com o DEM e, sobretudo, os três minutos de propaganda televisiva que a legenda agrega à campanha tucana.

    Convocado, Rodrigo Maia, o presidente do DEM, voou de Brasília para São Paulo ainda de madrugada.

    Convidado, o grão-tucano Aécio Neves, que mantém com Rodrigo relações para lá de amistosas, tomou o avião em Belo Horizonte.

    Antes da chegada da dupla, Serra ouviu de Jorge Bornhausen, presidente de honra do DEM, um nome que não lhe passara pela cabeça: Índio da Costa (DEM-RJ).

    Rodrigo e Aécio reuniram-se com Serra e com o prefeito ‘demo’ de São Paulo, Gilberto Kassab, principal elo do candidato tucano com o DEM.

    Rodrigo trazia de Brasília três nomes: o do deputado José Carlos Aleluia, que anunciara horas antes a decisão de concorrer ao Senado pelo DEM da Bahia…

    …o do deputado Carlos Melles (DEM-BA), suplente de senador na chapa de Aécio; e o de Valério Pires Franco, estrela do DEM do Pará.

    Serra já estava, porém, fixado em Índio da Costa, o nome que Bornhausen lhe sugerira.

    Encantara-se com o fato de o deputado ter relatado  projeto da Ficha Limpa.

    Aécio achou bom. Rodrigo não tinha razões para se opor. Índio ingressara na política pelas mãos de seu pai, o ex-prefeito carioca Cesar Maia.

    No final da tarde de quarta, ao sair de um encontro com formandos de medicina bancados pelo Prouni, Lula foi instado a comentar a escolha do novo vice de Serra.

    Ao ouvir dos repórteres o nome de Índio da Costa, que o DEM acabara de aclamar em convenção, o presidente indagou, com ar de pouco caso: “De onde ele é?”

    Informado de que o deputado fora eleito pelo Rio, Lula saiu sem dizer palavra sobre o vice que ajudou a acomodar na chapa de Serra, o rival de sua pupila.

    Publicado por jagostinho @ 14:37



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

4 Respostas

WP_Cloudy
  • O Povo Disse:

    Quantos políticos honestos e histórias interessantes de gente boa, que só pensam no bem estar da população dos seus Estados e da Pátria Amada!
    TRAIR E COÇAR É SÓ COMEÇAR????????????

  • Tweets that mention Jota Agostinho » Arquivo do Blog » ARTICULAÇÃO DE LULA MINOU CHAPA IDEALIZADA POR SERRA -- Topsy.com Disse:

    […] This post was mentioned on Twitter by Anselmo Hess, Jota Agostinho. Jota Agostinho said: ARTICULAÇÃO DE LULA MINOU CHAPA IDEALIZADA POR SERRA – http://bit.ly/9BZ0z1 […]

  • William Disse:

    Hoje (01), sentado na primeira fila, enquanto assiste a sabatina com Serra, na confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), o vice de Serra aproveitou para responder, via Twitter, ao presidente Lula, que disse não conhecer-lo.

    “Lula diz q não me conhece. Esqueceu que tentou barrar o ficha limpa, mas não conseguiu”, publicou Índio da Costa

    Depois Índio da Costa fez uma provocação à candidata do PT, Dilma Rousseff. “Dilma fugiu do debate com Serra na CNA. Se ela preferir debater comigo, estou à disposição”, disse ele.

  • flavio Disse:

    Vc matou a pau Jota. Disse já faz tempo que quem ia decidir essa parada era o Lula. E foi oq aconteceu. E bateu o martelo e tudo se resolveu.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.