Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 25jul

    G1

    De oito unidades da federação analisadas na última rodada de pesquisas Datafolha (SP, RJ, MG, PR, RS, BA, PE e DF), a influência nas eleições para governador do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que conta com 77% de aprovação popular, é maior em Pernambuco e na Bahia, e alcança o patamar mais baixo no Sul do país, no Paraná e no Rio Grande do Sul.

    As pesquisas foram encomendadas pela TV Globo e pelo jornal “Folha de S.Paulo”.

    Nordeste

    Em Pernambuco, que representa 4,6% do eleitorado nacional, 52% dos entrevistados afirmaram que com certeza votariam em um candidato apoiado pelo presidente, contra 26% que disseram que talvez votassem nesse candidato. Outros 15% afirmaram não votar em candidato de Lula ao governo.

    O apoio de Lula à reeleição do governador Eduardo Campos (PSB) foi citado por 52% dos entrevistados, índice inferior à intenção de voto no candidato, de 59%. Outros 3% disseram acreditar que Lula apoie o candidato de oposição Jarbas Vasconcelos (PMDB).

    Na Bahia, 7% do eleitorado, 46% dos eleitores votariam com certeza em candidato apoiado por Lula e 23% disseram que não escolheriam um nome apoiado por Lula. Outros 25% afirmaram que talvez votassem no candidato de Lula.

    O apoio de Lula à reeleição do governador Jaques Wagner é conhecido por 57% dos baianos, contra 7% que dizem que Lula apoia Geddel Vieira Lima (PMDB).

    Sudeste

    Em São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, os três estados com mais eleitores do país (reúnem 41,5% do eleitorado), a influência positiva de Lula no voto para governador atinge cerca de um terço dos votantes.

    Em São Paulo, maior colégio eleitoral do país (22,3% do eleitorado) e estado governado pelo PSDB há 16 anos, 39% disseram que não votariam em candidato apoiado pelo presidente Lula.

    O percentual de eleitores que disseram votar com certeza no candidato de Lula é de 24%, índice inferior à intenção de voto em Aloizio Mercadante (PT), de 16%. Outros 28% afirmaram que talvez escolhessem o nome apoiado por Lula.

    Dos entrevistados, 34% disseram conhecer o apoio de Lula a Mercadante (PT) e 5% afirmaram que o presidente apoia Geraldo Alckmin (PSDB).

    Em Minas (10,6% do eleitorado do país), a taxa de influência decisiva de Lula sobre o voto para governador é de 27%, mesmo índice da influência do ex-governador Aécio Neves (PSDB), que concorre ao Senado. Também é de 27% o percentual de mineiros que rejeitam votar em candidato de Lula, e 33% disseram que talvez o fizessem.

    O desconhecimento do candidato apoiado por Lula no estado é alto: 74% disseram não saber quem é, e apenas 19% afirmaram a opção correta: Hélio Costa (PMDB), que tem como vice na chapa Patrus Ananias (PT), e lidera as pesquisas com 44% dos da intenção de votos. Para 4%, Lula apoia a reeleição do governador Antonio Anastasia (PSDB).

    No Rio de Janeiro (que reúne 8,5% dos eleitores), como em Minas, o grau de influência positiva de Lula e a rejeição ao candidato do presidente se igualaram: 31%.

    Outros 29% afirmaram que talvez optassem pelo nome apoiado por Lula. O apoio de Lula à reeleição de Sérgio Cabral (PMDB) foi citado por 44% dos entrevistados. Outros 2% disseram acreditar que Lula apoie Eduardo Serra (PCB), e 1%, Fernando Gabeira (PV).

    Sul

    Apenas 19% dos gaúchos afirmaram que o apoio de Lula os faria votar com certeza em um candidato ao governo, ante 31% que disseram que talvez o fizessem e 34% que declararam não votar em candidato de Lula.

    Entre os entrevistados, 46% afirmaram a opção correta, que Tarso Genro (PT) é o candidato de Lula, ante 2% que disseram acreditar que Lula apoie Yeda Crusius (PSDB) e 1% que apontou José Fogaça (PMDB) como o nome de Lula.

    O Rio Grande do Sul reúne 6% dos eleitores do país.

    No Paraná, que representa 5,5% do eleitorado, o apoio de Lula a um candidato a governador é decisivo para 23% dos eleitores; 33% dizem que talvez votassem em nome apoiado por Lula e 30% rejeitaram votar em candidato do presidente.

    O apoio de Lula a Osmar Dias (PDT) foi citado por 16% dos entrevistados, e 4% disseram acreditar que Lula apoie o tucano Beto Richa.

    Distrito Federal

    No Distrito Federal (1,3% do eleitorado), o percentual de eleitores que afirmam não votar em candidato apoiado por Lula é de 31%, ante 26% que dizem que talvez pudessem votar.

    Para 42%, o candidato de Lula é Agnelo Queiroz (PT), e 2% disseram que Lula apoia Joaquim Roriz (PSC).

    O desconhecimento sobre o candidato de Lula no DF atinge 55% dos eleitores, aponta a pesquisa.



    Publicado por jagostinho @ 18:00



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

4 Respostas

WP_Cloudy

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.