Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 28jul

    AGÊNCIA ESTADO

    O embaixador da Venezuela no Brasil, Maximilien Arvelaiz, falou hoje, pela primeira vez, da crise envolvendo seu país e a Colômbia, agravada na semana passada, e rebateu as acusações de envolvimento com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

    Na véspera, o candidato do PSDB à Presidência, José Serra, afirmou ser “inegável” a relação do presidente venezuelano, Hugo Chávez, com as Farc.

    “A República Bolivariana da Venezuela rechaça tais denúncias e suas pretensas provas, razão pela qual, inclusive, rompeu relações diplomáticas com o governo da República da Colômbia até que haja retratação oficial por parte de seu atual presidente (Alvaro Uribe)”, escreveu o embaixador.

    Arvelaiz negou a existência de acampamentos permanentes de guerrilheiros, paramilitares ou narcotraficantes colombianos na Venezuela “que contem com autorização ou simpatia do governo da Venezuela”.

    E prosseguiu: “Pelo contrário, desde o início de seu governo o presidente Chávez determinou a instalação de missões permanentes, do exército e da polícia, para proteção de fronteiras e para impedir o assentamento dos grupos envolvidos no confronto interno que transcorre há mais de 60 anos na Colômbia.”

    Segundo o embaixador da Venezuela no Brasil, não há nenhuma parcela do território da Venezuela ocupada por grupos colombianos nem para fins de produção ou processamento de drogas nem para acampamentos de forças armadas irregulares.

    “O maior interesse da Venezuela é que um esforço diplomático profundo seja conduzido, visando a instituição de um plano de paz permanente, que assegure a resolução dos contenciosos e a garantia de segurança e estabilidade política para todos os povos e países da América Latina”, afirmou ele.

    Na semana passada, a Venezuela rompeu relações diplomáticas com a Colômbia, depois que o presidente Uribe enviou à Organização dos Estados Americanos (OEA) documentos que supostamente comprovariam a proteção do vizinho a guerrilheiros das Farc.

    Publicado por jagostinho @ 15:36



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

3 Respostas

WP_Cloudy
  • Augusto Disse:

    Estive na Venezuela em 2000 e agora em janeiro. É impressionante o que esse senhor fez com o País.
    Acabou com qualquer liberdade de imprensa.
    E está incentivando a divisão do país cada vez mais.
    Existe uma massa de miseráveis, que devido a lavagem cerebral (todas as emissoras são governistas) defendem o Chavez como se fosse seu próprio Salvador, e na outra extremidade existem pessoas que tem medo de se manifestar contra o governo devido por medo desta massa. A Venezuela está a beira de uma guerra civil.

    Na mesma viagem em 2000 estive na Colombia, o medo era constante, ninguém aconselhava a sair as ruas por causa dos sequestros.
    Meu irmão esteve lá em lua de mel ano passado e diz que já não existe aquele atmosfera de medo e que há ordem nas ruas, policiamento constante e que é possivel sair para passear tranquilamente a pé pelas ruas de Bogotá.

    Diante deste quadro eu prefiro acreditar no governo da Colombia do que no da Venezuela, sei que não há Santos, mas este senhor que governa a Venezuela não pode ser levado a sério e o Brasil deveria acordar para o perigo que ele representa às nossas fronteiras quando fomenta um Grupo Narcoterrorista.

  • Teo Disse:

    O Brasil é o país do futuro. A gente não vai melhorar. São os outros que vão piorar. (Diogo Mainardi)

  • Tweets that mention Jota Agostinho » Arquivo do Blog » EMBAIXADOR VENEZUELANO REBATE ACUSAÇÕES DE SERAA -- Topsy.com Disse:

    […] This post was mentioned on Twitter by Desi, Jota Agostinho. Jota Agostinho said: EMBAIXADOR VENEZUELANO REBATE ACUSAÇÕES DE SERAA – http://bit.ly/bFvc1T […]

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.