Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 03fev

    Prefeitura de Tibagi/assessoria de Imprensa/Emanoelle Wisnievski

    Sinval Silva (PMDB) participou da abertura do Encontro de Formação Pedagógica

    Prefeito Sinval fala sobre o Escola Sem Fronteiras

    na manhã desta quinta-feira (3), no Teatro Municipal, e anunciou a cerca de 150 professoras novidade que deve revolucionar a educação em Tibagi.

    O prefeito revelou que já está em fase de licitação o processo de implantação de lousas interativas multimídia em todas as salas de aula da rede municipal de ensino.

    O programa que ele denomina de Escola Sem Fronteiras consiste na utilização de ferramentas digitais que devem aposentar o quadro de giz.

    São kits compostos de notebook, projetor, tablet e caneta eletrônica que permitem ao professor projetar, em qualquer superfície plana, as aulas programadas no computador.

    O recurso interativo proporciona ao docente escrever sobre a projeção através de sensores infravermelhos. O projetor possibilita interação com softwares de apresentação de slides, programas educacionais, sites da internet ou quaisquer outros aplicativos, diretamente na superfície da lousa.

    “É uma verdadeira revolução, um projeto audacioso, com o que há de mais moderno. As escolas particulares estarão um século atrás das municipais de Tibagi”, ressaltou Sinval, apresentando a nova metodologia.

    “O giz vai virar peça de museu”, completou. Segundo Sinval, correm agora os prazos legais.

    “Vamos apresentar projeto à Câmara para aprovar o projeto, mas é para já. Vai ser implantado o mais breve possível em todas as classes de todas as escolas da cidade e do interior”, assegurou.

    O prefeito não apresentou o montante de investimentos no projeto porque ainda precisa de autorização dos Vereadores para parcelar os recursos.

    “Na educação temos de investir em tudo, mas o mais importante é a qualidade. Estou muito satisfeito. Queria algo diferente na educação em Tibagi e tenho certeza de que este programa vai revolucionar, vai ser referência”, destacou Sinval, acrescentando que outra prioridade, neste momento, é a universalização do ensino infantil.


    Antonio Teixeira, secretário de Educação, informou que todas as professoras vão passar por 120 horas de treinamento e um pedagogo vai ser contratado pela empresa vencedora da licitação para dar assistência permanente às professoras.

    “Sempre existe aquele receio sobre como usar, porque é uma ferramenta moderna. Mas quero realçar que esta mesma tecnologia foi implantada com sucesso numa aldeia indígena da Bahia, onde ninguém tinha conhecimento em informática. É extremamente simples”, ressalvou.

    Além dos equipamentos, com cinco anos de garantia, o Programa inclui software voltado à educação infantil e que pode ser adaptado à realidade local, dentro de planejamento de aulas do Município, com aulas elaboradas pela própria Secretaria de Educação e Cultura.

    A professora Regina Machinski aprova a ideia e já cria expectativas sobre sua vez de usar os recursos.

    “Tenho uma grande curiosidade para ver como funciona porque são muitas vantagens, dá para fazer pesquisas durante a aula, aprender muito, acessar outras informações. A aula vai ficar mais chamativa, fazer com que a criança tenha mais atenção”, vislumbra.

    Inez Kratsch também está ansiosa para trabalhar com os novos equipamentos. “É uma grande inovação e muito ousada. Vai ser muito bom”, espera a professora.

    Formação

    A Formação Pedagógica iniciou nesta quarta-feira (2) com atividades nas escolas. Na quinta e sexta-feira, os docentes se reúnem no Teatro para a integração na semana que antecede o reinício das aulas em Tibagi, onde 2,7 mil alunos da rede municipal voltam às salas.

    A programação de quinta incluiu oficina de Técnica Vocal com Marco Aurélio Nadal e palestra sobre Primeiros Socorros nas Escolas com o comandante do posto de Bombeiros Comunitários – Defesa Civil de Tibagi, sargento Antonio Adonir Portela.

    Na sexta, no período da manhã, a nutricionista Grazielly Bobato Regailo apresenta o Projeto de Educação Nutricional e a professora Milena Ferrazza aborda o tema Bullying. Palestra sobre Educação Ambiental e Programa Caiubi será ministrada pelo técnico ambiental Sergio Filipak.

    No período da tarde, a professora Millena realiza workshop sobre Bullying na Secretaria de Educação e representante da Editora FTD fala sobre Ferramentas para Profissionais de Sucesso no Teatro.

    Publicado por jagostinho @ 15:55



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

5 Respostas

WP_Cloudy

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.