Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 10fev

    UOL/Notícias

    As pessoas têm compromissos, e eles precisam ser cumpridos

    Padre Roberto Carrara (no alto) anunciou multa para as noivas que se atrasarem em Apucarana/Foto:Reprodução-tv Globo

    independentemente dos eventos que os antecedam –mesmo que esse evento seja um casamento.

    Partindo dessa premissa, um padre na cidade de Apucarana, no norte do Paraná, propôs uma multa de R$ 500 às noivas que atrasarem mais de 10 minutos à cerimônia do próprio matrimônio.

    A proposta, levada a púlpito na missa do último domingo (6), foi aceita com aplausos pelos cerca de mil fiéis presentes, nas contas do pároco.

    Com 71 anos e 47 de sacerdócio, padre Roberto Carrara, da catedral da cidade e autor da medida, explicou ao UOL Notícias que ela se justifica pelas cerimônias nos últimos meses que tiveram atrasos médios de uma hora, cada.

    “Esperar dez, 15 minutos é tolerável, mas parece que esses atrasos excessivos estão se tornando uma cultura”, disse.

    “Teve noiva que decidiu chegar uma hora atrasada; no convite estava meia hora além do marcado. E ainda assim chegou meia hora depois do marcado com os convidados. Eu tenho compromissos, não posso ficar duas horas só para um casamento.”

    Sobre a cultura do atraso na chegada da noiva, respondeu: “É chique chegar atrasado? Bom, na minha comunidade, não só eu, mas ela toda, decidiu que não –pedi que quem concordasse levantasse a mão e não somente o fizeram, como ainda me aplaudiram”.

    Mesmo assim, o sacerdote salientou que a multa ainda não está vigente.

    A proposta é que os R$ 500 sejam pagos na forma de um cheque-caução. Se houver atraso abusivo, ele não será devolvido

    . Se houver atraso justificado –“um desastre, um acidente, ou algo do gênero”, citou Carraro –, o casal de livra da penalidade.

    Para onde irá o dinheiro? “Para pagar as despesas da igreja. Mas o pano de fundo é esse: pedir respeito não apenas para o padre e aos convidados, como também conscientizar sobre a importância do ato sacramental”.

    Publicado por jagostinho @ 11:18



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.