Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 10fev

    Assessoria de Imprensa/Renato Sorti/PT-PR

    Foto Nani Góis/Divulgação ALEP

    O deputado estadual e presidente do PT/PR, Enio Verri, fez na tarde desta quarta-feira (9) seu primeiro discurso na Assembleia Legislativa (Alep) como Líder da Oposição ao governo Beto Richa (PSDB).

    Verri disse que bancada oposicionista terá a tarefa de “apontar as incorreções do governo e apresentar alternativas” para o Paraná.

    “Passou o tempo da oposição gratuita, de ser oposição pela oposição, da crítica pela crítica. Quanto mais profundo os debates, quanto mais pessoas participam, erra-se menos. Nosso objetivo é contribuir para a construção de um Paraná menos desigual e melhor para todos”, afirmou.

    Terceiro deputado estadual mais votado nas eleições de outubro, Verri contou estar honrado com a indicação e que, no período enquanto estiver no cargo, irá lutar pela continuidade pelas políticas sociais e econômicas implantadas pelos governos Lula e Requião, “que transformaram a realidade social e econômica de muitos municípios do nosso Estado”.

    “Aquilo que entendermos que irá melhorar a vida da maioria da população, diminuindo as desigualdades regionais, gerando desenvolvimento social e econômico, vai receber nosso apoio. Se entendermos o contrário, seremos contra”, explicou.

    Liderança – Verri assumiu o posto de Líder da Oposição credenciado pela atuação como Secretário do Planejamento do governo Requião entre 2006 e 2009.

    “Minha experiência como Secretário de Planejamento será importante. Conheço a fundo a dinâmica da máquina pública estadual e isto vai ser fundamental para fazermos uma oposição íntegra, séria, que seja ouvida e respeitada.”

    A bancada de oposição na Alep será composta de 13 parlamentares, além de Verri: Luciana Rafagnin, Toninho Wandscheer, Tadeu Veneri, Péricles de Mello e Professor Lemos, do PT; André Bueno, do PDT e Caíto Quintana, Ademir Bier, Waldyr Pugliesi, Nereu Moura, Antonio Anibelli Neto, Luis Eduardo Cheida e Teruo Kato, do PMDB.

    Publicado por jagostinho @ 17:49



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.