Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 14fev

    FOLHA ONLINE

    Policiais militares e civis não se empenharam só em desviar armas, drogas e dinheiro na ocupação no fim de novembro do Complexo do Alemão (zona norte do Rio). Nem pares de tênis escapavam da caça aos bens de traficantes que fugiram da favela com chegada da polícia.

    É o que mostram escutas telefônicas feitas pela Polícia Federal na Operação Guilhotina, deflagrada na sexta-feira (11) contra esquema de corrupção nas polícias do Rio.

    A Folha obteve áudios das escutas. Ouça abaixo.

    TV LED

    Informante – Se achar ela, melhor ainda. Ela que é o boi, né. Ela sabe até de saco de dinheiro. Se achar ela… Olha só.
    Policial – Hã
    Informante – Se tu achar aquela televisão LED intocada, que tu falou. Tu entra na minha casa, como se fosse dar uma geral. Se quiser esquecer ela lá, eu te agradeço.
    Policial – Tá vai ser agora de manhã.
    Informante – Quando der.
    Policial – Não esquenta não. Tem problema não.


    PARES DE TÊNIS

    PM 1 – Antes da Joaquim de Queiroz [uma das principais ruas do Alemão] tem um estacionamento.
    PM 2 – Tem.
    PM 1 – Entrei nele e subiu na laje e desci. Porra, tem uma laje que tem dois, quatro, sete pares de tênis zero. Tudo escondido atrás das coisas.
    PM 2 – Tá. Pede para alguém. Alguém que tiver junto da galera toda. Descer na ponta aí, que eu vou começar a levar um lanche para vocês aí.
    PM 1 – Tá pode descer com a viatura. Entra com a viatura no estacionamento.
    PM 2 – Tá manero.


    SERRA PELADA

    Policial 1 – Fala, parceiro
    Policial 2 – Aí irmão, beleza?
    Policial 1 – Tranquilidade.
    Policial 2 – Tranquilão. Tou aqui no Alemão. Operação aqui ontem. Hoje
    Policial 1 – Também estou trabalhando hoje. Botei meu nome para ir aí. Só que eles não deixam a gente ir aí não.
    Policial 2 – Pô que pica né. Todo mundo aqui, parceiro. Tudo que é viatura. Tudo que é batalhão rodando aqui, irmão.
    Policial 1 – É.
    Polcial 2 – Tentando a sorte todo mundo. Foda, maior desespero.
    Policial 1 – Disseram que aí virou Serra Pelada. No topo do morro Serra Pelada.
    Policial 2 – Ah?
    Policial 1 – Em cima do topo do morro, Serra Pelada?
    Policial 2 – Tem.
    Policial 1 – Tem buraco para tudo quanto é lado. Para achar algumas coisas.
    Policial 2 – Nego tá cavando aqui tudo, parceiro.
    Policial 1 – É né.
    Policial 2 – De vez em quando acha alguma coisa. Sem informação fica difícil. Casa de vagabundo tá tudo revirado já.
    Policial 1 – Risos
    Policial 2 – Tudo revirado, parceiro. Não sobra nada.

    Publicado por jagostinho @ 15:08



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

3 Respostas

WP_Cloudy

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.