Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 24fev

    Por Milton Alves*

    Assembleia Legislativa do Paraná, o parlamento estadual, palco de sucessivos e recorrentes escândalos, vide os casos dos diários secretos e dos funcionários fantasmas, tem uma “nova” mesa diretora, eleita recentemente, presidida pelo deputado Valdir Rossoni (PSDB). Trata-se de um parlamentar que já ocupou diversos postos na mesa diretiva da casa.

    Portanto, alguém que conhece os meandros e as mumunhas daquele ambiente.

    Depois de algumas pirotecnias (ou pantomimas), o atual presidente chegou a chamar um contingente da Polícia Militar para ocupar de madrugada a Alep, tudo volta à rotina e ao mesmo faz de conta de sempre.

    Nenhuma efetiva mudança e pasmem: Nelson Justus, epicentro do maior escândalo da casa, foi premiado com o cargo de presidente da principal comissão da Assembleia, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

    Ou seja, tudo indica que o mesmo modus vivendi permanecerá em vigor.

    Os diversos segmentos da sociedade que se mobilizaram no ano passado, exigindo a transparência e a punição dos responsáveis pelos desmandos e a corrupção, nutriam a expectativa de algumas alterações nos hábitos e na conduta da Alep, o que para a triste constatação de todos nada ocorreu.

    Neste sentido, o PCdoB, no uso de suas atribuições institucionais, formalizou perante o Ministério Público Estadual uma denuncia  baseada em informações e entrevistas prestadas pelo atual presidente da Assembleia, que caracterizam atos de improbidade administrativa e de prevaricação.

    A base da representação levou em consideração, além da própria confirmação das irregularidades por Rossoni, um conjunto de dados e matérias amplamente divulgadas pela imprensa estadual, todas devidamente lastreadas em documentos, provas.

    O que demandamos expressa, temos absoluta convicção disso, um amplo anseio da sociedade que exige uma Assembleia Legislativa sintonizada com a população, transparente e democrática, um estuário das diversas reivindicações sociais e da cidadania.

    Em tempo: Não protocolamos nossa demanda na Assembleia Legislativa em função da inexistência até o momento da Comissão de Ética. Logo que formada apresentaremos a nossa ação judicial.

    *Milton Alves é presidente estadual do PCdoB-PR e membro da direção nacional do partido.

    Acompanhe o Blog: www.miltonalves.com

    Publicado por jagostinho @ 15:21



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Uma resposta

WP_Cloudy

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.