Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 03abr

    Radar on-line/Lauro Jardim/Veja.com

    Uma disputa judicial milionária em NY

    Nos tribunais – Steinbruch: quem é o dono das ações da MRS? 

     

    Sem alarde, corre na Justiça de Nova York desde 2009 um processo milionário que opõe o barão do aço Benjamin Steinbruch ao ex-diretor financeiro da CSN Lauro Rezende.

    No centro da disputa, um lote de ações de 30 milhões de dólares da MRS Logística, a concessionária que opera ferrovias entre São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro — um colosso com faturamento de mais de 3 bilhões de reais por ano.

    Ambos, Steinbruch e Rezende, se dizem donos dessas ações, que já renderam dividendos de mais de 15 milhões de dólares.

    Como só um dos dois pode ser o proprietário desses papéis, o que está em discussão é um caso de fraude. Steinbruch é o autor da ação contra Rezende, a quem acusa de ter abusado de sua posição de diretor da CSN.

    Nas próximas semanas, Steinbruch e Rezende estarão diante de um júri que decidirá a questão.

    Imagine se não fosse prioridade

    À procura – Dilma: dificuldade para encontrar um secretário de Aviação 

     

    Três meses já se passaram e Dilma Rousseff não conseguiu ainda um titular para a Secretaria Nacional de Aviação.

    O gargalo nos aeroportos fez parte até do seu discurso de posse (“É preciso melhorar e ampliar nossos aeroportos para a Copa e a Olimpíada.

    Mas é mais que necessário melhorá-los já”). Até agora, nada.

    O bilionário – Eike: os idiotas são inevitáveis 

     

    Eike Batista criou uma sigla peculiar para explicar um dos seus mandamentos para gerir bem uma empresa. É o PPI, ou “Projeto à Prova de Idiota”. Explica Eike: “Toda empresa, em algum momento, será comandada por um idiota, nem que seja por pouco tempo. Sabendo disso, nós montamos empresas que possam sobreviver aos idiotas”.

    Pela rede – Xuxa: falso vídeo pornô da apresentadora foi produzido em Piracicaba (SP) 

     

    Acaba de chegar ao fim uma investigação criminal requerida por Xuxa Meneghel — com final feliz para a apresentadora.

    O inquérito conduzido pela Delegacia de Combate aos Crimes de Informática do Rio de Janeiro conseguiu identificar o autor e propagador de mensagens eletrônicas contendo textos e imagens pornográficas.

    Todos tinham Xuxa como protagonista. Havia até uma videomontagem pornô.

    O criminoso é um jovem morador de Piracicaba (SP).

    Ousado, ele enviou os e-mails até para a Fundação Xuxa.

    Publicado por jagostinho @ 11:14



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Uma resposta

WP_Cloudy
  • Míriam Disse:

    PPI = PROJETO “PAGANDO” INCÊNDIO …É EIKE VC CONSEGUIU ENTRAR PARA A HISTÓRIA…

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.