Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 08abr

    Agência Estado

    O ex-secretário de Relações Institucionais do Distrito Federal (DF) Durval

    Durval fez acordo de delação premiada

    Barbosa, delator do esquema de corrupção desmantelado pela operação Caixa de Pandora, corre risco iminente de morte.

    Os desafetos são muitos e alguns planos de assassinato foram detectados por setores de inteligência policial.

    Para complicar a situação, o governo do DF devolveu à União a responsabilidade pela integridade do réu, mas a Polícia Federal (PF) recusa, alegando que Durval, indisciplinado, viola as regras de segurança, se expõe indo a eventos sociais e se recusa a aceitar os termos rígidos do Programa de Proteção de Testemunhas.

    O problema, para o Ministério Público, é que se ficar um só dia sem proteção, Durval é um homem morto.

    Para pôr fim ao impasse, o relator do inquérito da Caixa de Pandora no Superior Tribunal de Justiça (STJ), o ministro Arnaldo Esteves Lima, intimou o diretor-geral da PF, Leandro Daiello Coimbra, a assumir a responsabilidade “pela proteção, a segurança e a vida” de Durval.

    Ele determinou que Coimbra se reúna com o secretário de Segurança do DF, Daniel Lorenz, para implementar a transferência da testemunha “bomba”.

    As instruções do ministro são claras: “A transferência do colaborador deve se processar com extrema cautela para que não haja descontinuidade na proteção”.

    O ministro acatou o argumento do procurador-geral da República, Roberto Gurgel, segundo o qual, a proteção a Durval é responsabilidade da polícia judiciária da União, a PF, porque ele é réu colaborador de um inquérito federal, o de número 650 (Caixa de Pandora), que tramita no STJ. Durval fez acordo de delação premiada com o Ministério Público do DF e Territórios em setembro de 2009.

    Entre as provas que ele entregou à Justiça, estão 31 fitas de vídeo, gravadas em seu gabinete, em que políticos e autoridades aparecem recebendo propina e enfiando maços de dinheiro nos bolsos, bolsas, mochilas e até nas meias e cuecas.

    Um dos alvos foi o ex-governador José Roberto Arruda, preso e afastado do cargo.

    Publicado por jagostinho @ 09:17



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

3 Respostas

WP_Cloudy
  • míriam Disse:

    “ENTRE AS PROVAS QUE ELE ENTREGOU À JUSTIÇA , ESTÃO 31 FITAS DE VÍDEO , GRAVADAS EM SEU GABINETE .”….QUE MAL LHE PERGUNTE: A MANDO DE QUEM? CERTAMENTE , ENTREGOU SEUS COMPARSAS PQ NÃO LEVOU TUDO O QUE QUERIA …DELATOR POR ENCOMENDA OU HERÓI POR ÓDIO? …
    MESMO DESSA FORMA , FEZ UM BEM À POPULAÇÃO BRASILEIRA, DESCORTINANDO OS BASTIDORES DO GOVERNO LULA. AGORA , SE SUA CABEÇA VAI ROLAR , PACIÊNCIA….ENTREGUE TODOS ATÉ O FIM. Nós aqui de baixo nunca vamos saber toda a verdade, mesmo…..

  • ivo Disse:

    Não tem nada a ver com o Lula Mirian. E sim com o DEM, aliados de seu governador Beto Richa.

  • MÍRIAM Disse:

    SR IVO , OBRIGADA PELA INFORMAÇÃO E DESCULPE MINHA IGNORÂNCIA POLÍTICA. MAS, COM TODO RESPEITO ,DEM, PSDB, PDT, PT, PSOL, PMDB …..TODOS REZAM A MESMA CARTILHA . TODOS SE ENVOLVERAM DE ALGUMA FORMA EM ESCÃNDALOS , QUE, EM MUITO , DECEPCIONOU O POVO BRASILEIRO . OS POLÍTICOS ATUAM CONFORME SUAS CONVENIÊNCIAS . FAZEM PARTE DE UMA INDÚSTRIA QUE EXPLORA O ESTADO . INEXISTE DENTRO DOS PARTIDOS UMA LINHA FILOSÓFICA E IDEOLÓGICA . TUDO É APARÊNCIA, É CONIVÊNCIA, SÃO ACERTOS PRÉVIOS . A ARTE DE GERIR O ESTADO , É PURA UTOPIA .O NOSSO MOMENTO É DE “DEFICIENTES CÍVICOS” . A PÁTRIA, O POVO, O CIVISMO , ESTÃO EM TOTAL DESALINHO COM A POLÍTICA .
    E mais , Beto Richa não é o meu governador, mas governador do Estado do Paraná ,eu não vivo aqui sozinha. Rssss…..

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.