Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 11abr

    Com meus 40 anos de comunicação social (completados, exatamente, no dia 30 de janeiro de 2011) já houve tempo de sobra para desconfiar das versões oficiais dos fatos. Não que tudo seja mentira. Claro que não.

    A oficialidade traz informações, muitas vezes, importantes. Mas nunca completas. Na política então, isso fica tão explícito que nem os focas de primeira viagem acreditam.

    Mas só desconfiar não basta. Tem que se fazer uma leitura das artimanhas embutidas nos folhetins tradicionais. Isto complementado com as fontes que todo bom comunicador deve ter.

    Aí vem a vantagem do tempo de estrada. No meu caso são décadas, durante as quais colecionei amigos e selecionei fontes confiáveis. Sem estes, não há como antecipar uma notícia ou ter exclusividade numa informação.

    Afinal, num ambiente em que coabitam seres, tais como, bagres ensaboados, raposas felpudas, hienas petulantes, crocodilos chorosos, traíras simpáticas e mariposas esvoaçantes, entre outros tantos, um passo em falso, uma escorregadela, é fatal.

    Outra e definitiva virtude que acompanha os bons comunicadores é a ousadia. Não ter medo de errar. Mil vezes equivocar-se do que passar batido.

    Aliás, esta frase deveria estar em todas as salas de redação do Brasil. Em letras garrafais. Acho eu. Mas posso estar equivocado, né?

    Putz, que abertura de texto chata, não acham? Mas, isso é para criar o clima. Para fazer  suspense. Ou só Sir Alfred Josefh Hitchcok (1899-1980) podia? Eu posso ! Epa! Esta não foi a frase de campanha do Obama? Então, eu posso!

    Bem, o assunto, para variar, é a eleição para prefeito de Curitiba, em 2012. Não tenho culpa se os políticos já anteciparam as discussões. Vamos lá, então, à minha versão não oficial.

    Apesar de juras de amizade eterna de nossa primeira-dama, Fernanda Richa ao atual prefeito de Curitiba, Luciano Ducci, alguns fatos apontam que não andam boas as relações entre o governador do Paraná, Beto Richa e o prefeito da capital, Luciano Ducci. Estariam estremecidas.

    Não se iludam com as fotos, todas sorridentes, dos dois, juntos, nas festividades dos 318 anos de Curitiba. Foram meramente protocolares. Inevitáveis. Não existem, ainda, fotos de pensamentos. Ainda bem, para os dois.

    Mas o que estaria, então, acontecendo ? Explico. Há mágoas de um e de outro.

    Ducci esperava uma posição mais forte de Beto, a seu favor, no episódio do apoio de Rossoni a Fruet como candidato a prefeito. O governador teria feito ar de paisagem.

    E mais: choraminga, em ombros mais chegados, que a herança de Beto, no caso da Consilux, por exemplo, foi algo inesperado. Agora vieram os escândalos das Oscips, na Fas e Cohab-Curitiba.

    E queixa-se aos mais próximos: qual será o próximo escândalo que vai pegá-lo no contrapé?

    Já, do lado de Beto Richa, ele não admite cobranças de Ducci sobre os rumos de 2012. Segundo o governador, este assunto é do PSDB e não dele.

    E não é só isso não. Beto comenta com os áulicos mais chegados que Ducci foi precipitado no rompimento do contrato com a Consilux. Um tiro no pé,

    é uma expressão que ressoa das paredes do Palácio das Araucárias.

    Mas o caldo entornou, mesmo, com as conversações de Ducci com gente ligada ao PT, a respeito de uma opção B do prefeito, caso Fruet seja o candidato do PSDB.

    As tratativas de uma aliança com os petistas, com Vanhoni como seu vice, vazaram e os detalhes chegaram aos sensíveis ouvidos do governador.

    Este vazamento coincidiu com várias manifestações favoráveis de liberação de recursos do Governo Federal para Curitiba. A interligação dos assuntos foi inevitável.

    Inclusive, uma repentina e pouco anunciada ida de Ducci à Brasília, semana passada, robusteceu o enredo.

    Agora, convencer Beto Richa, que a tal opção B do Ducci nunca existiu, é uma tarefa quase que impossível.

    Desmentidos haverá. Aos montões. É sempre assim. Isto é rotina, nestas situações.

    Pois bem, então no reino encantado das versões, este é um cenário, mais que possível, de candidaturas a prefeito de Curitiba, em Outubro de 2012:

    Gustavo Fruet – PSDB e outros;

    Luciano Ducci – PSB/PT e outros;

    Rafael  Greca – PMDB e outros:

    Ney Leprevost – PSD e ainda com candidaturas próprias, o PV e o PSOL e outros menos votados.

     

     

     

    

    Publicado por jagostinho @ 09:19



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

17 Respostas

WP_Cloudy
  • Valmor Stédile Disse:

    Gostemos ou não, Jota (eu mesmo torço para que Gustavo Fruet ingresse no PDT), os teus textos são sempre muito bem fundamentados e de alguma forma acompanham o movimento das nuvens, que mostram com maior clareza o quanto é dinâmica a nossa política. Mas ainda teremos vários capítulos pela frente, vamos ver como se apresentará o tempo depois desta aparenta estiagem tucana.

  • Nascimento Disse:

    Perfeito o seu texto. O leitor quer saber dos bastidores. Aqui no paraná, a imprensa é muito tímida. Parabens pela ousadia e informação exclusiva.

  • Genivaldo Disse:

    Sempre digo e este artigo reforça minhas palavras. Jota Agostinho é o melhor analista político do Paraná. Se depois os fatos forem outros é outro problema. Mas o que nos interessa é o momento. E vc nos colocou a par do que está acontecendo. Valeu!!!

  • Rute Disse:

    O Beto Richa tem que tomar cuidado. Esse Ducci, alem de inconpetente é um projeto mal acabado de esquerdista que traiu a todos. O Beto será o próximo.

  • Walter Fuyr Disse:

    O beto merece o desprezo do Ducci. Afinal, prometeu que ia apoia-lo na reeleição e agora pula fora. Bem próprio deste fraquissimo governador.

  • Hermes Disse:

    Bem que o amigo que me indicou o seu blog falou. Voce Jota é diferenciado. Pena que já não tenhamos tantos iguais a vc. Parabens.

  • Um Piá de Curitiba Disse:

    Alguem esperava outra coisa do Beto? Agora esse PT faz acordo até com o capeta, hein? O negócio é o poder custe o que custar CQC !!!

  • Dinho Disse:

    Vai ter mais para o Ducci da herança do Richa: a bronca do Comitê da lealdade com caixa 2 em 2008 vai acabar com a carreira do Ducci. E será o fim do sonho de Beto Richa em 2014.

  • TERTULIANO Disse:

    Agora entendi pq a declaração de Fernanda Richa para Ducci. Tinha bronca da Oscip na Fas e ela deu o recado para o Ducci ficar quietinho. A tá !

  • Antunes Disse:

    E o Ratinho Júnior? Na sua opinião ele sai candidato a prefeito pelo PSC? Fecha como vice do Ducci ou do Fruet ou até do Greca? Ou fica escondido na toca? Diz aí, qual é o teu palpite?

  • jagostinho Disse:

    Antunes

    Pelo que sei Ratinho Jr. não será candidato a prefeito de Curitiba em 2012. Seu partido é da base de Dilma. Então vai apoiar o candidato que tiver o apoio da Presidenta em Curitiba.
    Saúde e paz
    Jota Agostinho

  • letícia bezerra Disse:

    O Greca é o melhor candidato. Se for com apoio do PDT,- e com benção da (sua amiga) Dilma,então nem se fala. Letícia

  • T. Birnbaum Disse:

    Como sempre, texto inteligente e análise perfeita. Mas você, caríssimo JA, sempre dá um jeitinho de proteger Requião. E esse zumbi político, esse trânsfugas, chamado Rafael Waldomiro Greca de Macedo. É um direito seu e a gente tem que respeitar, tem que saber lidar com diferenças. Isso é democracria e livre expressão. Um abraço.

  • kowalski Disse:

    Greca é um vendilhão do templo, um judas iscariotes. Ele e a “minha Margarita” viraram apaniguados de Roberto Requião. Não tem mais luz própria, despersonalizou-se, não se elege para mais nada, é um morto-vivo. Um político que foi prefeito de Curitiba e deputado federal com mais de 200.000 votos, nas duas últimas eleições não conseguiu se eleger deputado estadual. Greca não tem desconfiômetro, ainda acha que “e o cara”. Vai dar vexame, assim como as suas caravelas dos 500 anos do Brasil…

  • Míriam Disse:

    O texto em questão é muito bem pontuado e ante as possibilidades , meu voto ficaria com o Gustavo que me parece , de todos , o melhor.
    Greca, jamais. Principalmente apoiado pelo tenebroso .

  • Míriam Disse:

    GRECA, DEPOIS DAS CARAVELAS, SEGUE SUA NAU….AGORA CANTEM BEM RÁPIDO…O REFRÃO: SEGUE SUA NAU….

  • Rocktusb Disse:

    O Gustavo, tem DNA tucano – quero distância. A coligçao do Ducci com o Vanhoni, parece o “sapo” com o “falecido”…o Ney Leprevost (nem-lhe-pré-voto) e o eloquente Rafael Greca…será que nao tem no PV ou no PSOL mesmo alguma figura nova e capacitada para mudar a política absurda da cidade???…

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.