Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 14abr

    Blog Margarita Sem Censura

    Cultura é economia criativa – diz Fernandinha Torres. Isto se confirma na perseverança de Manoos Aristides. O produtor cultural e destemido cineasta,hoje com 64 anos, levou dez anos para realizar seu seriado A Saga. Finalmente o trabalho será exibido em rede nacional pela TV Brasil. Contrato assinado, Manaos comemora.

    A obra mostra como da terra vermelha brotou sangue, à época da abertura de caminhos, derrubada da mata, luta com índios, conquista e ocupação do oeste do Paraná. Desde a descoberta das Cataratas do Iguaçu, em 1542, pelo conquistador espanhol Alvar Nuñez Cabeza de Vaca, passando pela epopeia da Coluna Prestes, até a revolta dos posseiros do Sudoeste e a consolidação das cidades do oeste do Paraná, da Foz do Iguaçu de 1920 até Marechal Cândido Rondon e Cascavel entre 1950 e 1965.

    A narrativa e a interligação dessas épocas distintas é feita pelo personagem padre Germano, interpretado por Valdir Fernandes. O ator Roberto Bomtempo dá vida ao governador espanhol Cabeza de Vaca.

    Emílio Pita, Claudete Pereira Jorge, Cláudio Ribeiro, Amilton Júnior, Gehad Hajar , Juliana Valiatti, Carlos Villas Boas e Helena Portela entre os atores que aparecem nas fotos deste post.

    Nesses 10 anos de filmagens, trabalharam em A Saga exatamente 4.010 pessoas entre atores, figurantes, cenógrafos,maquiadores, cabeleireiros, produtores, fotógrafos, operadores de som e de câmeras, iluminadores. Foram investidos mais de R$ 2 milhões.

    Sem recursos, Manaos Aristides fazia convênios em municípios paranaenses para as locações. O apoio era trocado por oficinas culturais nas cidades. Nestas oficinas aproveitava para recrutar jovens atores e figurantes.

    Dezessete municípios paranaenses aceitaram receber filmagens de A Saga. Entre estes Cascavel, Foz do Iguaçu e Marechal Cândido Rondon, onde chegaram a ser construídas cidades cenográficas em tábuas e ripas de pinho, com ruas de terra vermelha.

    Publicado por jagostinho @ 11:08



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

13 Respostas

WP_Cloudy
  • MÍRIAM Disse:

    MUITO INTERESSANTE, VALE A PENA CONFERIR A HISTÓRIA DE NOSSO ESTADO.

  • Eliza Disse:

    Parabens Jota. Temos que divulgar o trabalho de nossos heróis da cultura paranaense. Aqui não se faz só filme erótico como o do ex-assessor do Beto Richa.

  • Paula Disse:

    Finalmente vou poder ver este filme. Demorou mas tenho certeza que vale a pena.

  • genysa Disse:

    Maravilha. Os nossos talentos tem que ser mostrados. Antes tarde do que nunca.

  • Jorge Disse:

    Notícia boa.
    Que bom tivéssemos só notícias legais como essa. E não esse eterno pornô que é o jeito tucano de governar.

  • Rosavala Disse:

    Parabéns aos nossos artísticas. Quero ver o filme com curiosidade e mente aguçada…

    @rosavala

  • Rosavala Disse:

    artístas

  • manaoos aristides Disse:

    Prezado
    Jota Agostinho

    Agradeço a sua preocupação com o nosso trabalho, muito obrigado pela sua generosidade em publicar essa matéria sobre A Saga, não sei se sabe, mas estamos nesse trabalho há mais de 10 anos e com a participação de mais de 4 mil pessoas. Filmamos em mais de 30 locações e chegamos a construir 3 cidades cenográficas com mais de 30 casas em madeira, coisa comum na época. Estamos com um contrato assinado com a TV Brasil e já estamos com 16 capítulos editados, aguardando a posição da grade de programação da EBC.
    Grato

    Manaoos Aristides

  • fatima rocha Disse:

    Estou anciosa pra ver nas telas o gde sucesso q sera SAGA , vai recorde de bilheteria!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Torço muito !!!!!!!!!!!!!!!!! bjo gde

  • Raymundo de Souza Disse:

    Fico muito feliz em saber que a midia está divulgando um trabalho tão importante como A SAGA que sem duvida é muito importante para nos brasileiros. Conta a historia do Paraná, uma historia não só importante para o Parana e sim para todo o Brasil.
    Eu Raymundo, me sinto honrrado de ter trabalhado com os atores do Paranaá interpretar o Nhô Zeca durante 10 anos.
    Aproveitando o Blog do Jota Agostinho quero agradecer aos atores, técnicos, produção e todas as pessoas que ajudaram a criar esse ESPETÁCULO para o Brasil.
    Abraços,
    Raymundo de Souza

  • acir santana Disse:

    Estou na espectativa da estréia dessa grande produção, que conta a historia do Paraná, e que foi realizada em 10 anos e que tive oportunidade de participar com muito orgulho nos momentos finaís e que tenho certeza será um grande sucesso!

  • Raymundo de Souza Disse:

    O Manaoos manda uma foto minha pra ele publicar nessa coluna!

  • lucas oldra Disse:

    Estou ansioso para conferir o ótimo trabalho realizado pelos nossos artistas. Tenho certeza que esse filme foi nos esclarecer alguns fatos importantes do nosso estado.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.