Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 23abr

    Blog do Mello

    Desde a madrugada em que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) foi apanhado numa blitz da Lei Seca no Rio a assessoria do senador, a mídia golpista e até o Detran do Rio não fazem outra coisa a não ser tentar tapar o sol com a peneira.

    Primeiro foi o R7, portal de notícias da Rede Record, que publicou a notícia informando que o senador estava “visivelmente embriagado” e, em seguida, retirou a informação do texto.

    Depois veio a assessoria de Aécio Neves que informou que o senador não fez o teste do bafômetro porque “uma vez constatado o vencimento do documento de habilitação e providenciado outro motorista para condução do veículo, o mesmo não foi realizado“.

    A nota é capciosa. Diz que o teste não foi realizado, mas não informa se não foi realizado porque não foi solicitado (o que contradiz o objetivo da Lei Seca) ou porque o senador se recusou a fazê-lo.

    Além do mais, a desculpa da carteira de habilitação vencida não funciona. Esta é uma infração. Mas a blitz da Lei Seca tem o objetivo de flagrar motoristas que estejam dirigindo com teor alcoólico no sangue acima do permitido.

    Portanto, a desculpa de que Aécio não iria mais dirigir o carro é falsa. A blitz não é para o futuro, mas para o momento do flagrante. Se ele não fez o teste é porque se recusou – esta é a única maneira de não passar pelo teste. E por que se recusaria, se estivesse sóbrio?

    A “grande imprensa” se deu por satisfeita com a explicação. Mas a blogosfera não. Ontem, publiquei aqui um print screen do Detran mostrando que Aécio foi autuado por dirigir embriagado ou drogado. O repórter Lucas Figueiredo já havia feito a denúncia na tarde anterior em seu blog.

    Aí foi a vez do Detran-RJ lançar uma nota no Noblat, claramente em resposta à denúncia da blogosfera.

    O DETRAN/RJ informa que as ações da Operação Lei Seca seguem o mesmo padrão em todas as abordagens que realiza: sempre que, por qualquer razão, o exame não é realizado, o agente descreve em seu palm top o auto baseado no artigo 165 do Código de Trânsito Brasileiro, que tem uma definição padrão no sistema de dados do Denatran.

    Por ser uma definição padrão, a sua utilização não significa, por si só, que o condutor tenha incorrido em alguma das infrações citadas.

    No episódio que envolveu o Senador Aécio Neves, em função da repercussão alcançada, informamos que ele foi liberado seguindo procedimento padrão da Operação Lei Seca.

    É querer nos fazer de idiotas. Quer dizer que toda vez que o teste não é realizado o sujeito é autuado no artigo 165? Por que Aécio não foi autuado no artigo 504-50 (Dirigir veículo com validade da CNH ou PPD vencida há mais de 30 dias)?

    A verdade é que Aécio Neves fugiu do bafômetro, estava “visivelmente embriagado” como publicado na primeira nota do R7, que foi reproduzida num blog no mesmo dia e de onde fiz esta imagem:

    Em destaque o “visivelmente embriagado”, antes do R7 retirá-lo do texto.

    Quem melhor resumiu esse episódio mais uma vez não foi a “grande imprensa” (que é antes de mais nada serrista e depois tucana), foi o blog do jornalista Carlos Motta:

    No dia 5, o senador Aécio Neves, novo líder da oposição brasileira fez seu primeiro discurso no plenário. Um discurso saudado pelos seus correligionários como indicativo dos rumos desses bravos brasileiros que acham que o país tem de voltar ao tempo em que se dividia entre a Casa Grande e a Senzala.
    Em certo trecho, o senador disse o seguinte (o grifo é meu):
    “Acredito que devemos organizar o exercício da oposição em torno de três valores.
    São eles: coragem, responsabilidade e ética.
    Coragem.
    Para resistir à tentação da demagogia e do oportunismo.
    Responsabilidade.
    Não podemos cobrar do governo responsabilidade se não a tivermos para oferecer ao país.
    E Ética.
    Não só a ética que move as denúncias.
    Não só a ética que cobra a transparência e a verdade.
    Mas uma ética mais ampla, íntima, capaz de orientar nossas posições, ações e compromissos, todos os dias.”

    Como se viu, a ética do senador Aécio Neves não resistiu a uma blitz policial.

    Já a ética da “grande imprensa” continua a mesma. Por isso aumenta a cada dia o número de pessoas que se informam em blogs e redes sociais. Como você, que me lê.

    Publicado por jagostinho @ 09:34



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

9 Respostas

WP_Cloudy
  • Cleverson Lim Disse:

    Cade a defesa do Aécio? Cade Alvaro Dias, FHC, Serra, Aloysio Nunes, Alkimin, cade a defesa do Aécio? Uns boçais aqui na internet? é isso?

  • MÍRIAM Disse:

    COMO FICOU FEIO PARA A IMAGEM DO AÉCIO UMA SITUAÇÃO ETÍLICA E, COM CARTEIRA DE MOTORISTA VENCIDA HÁ 30 DIAS.
    A OPOSIÇÃO SEMPRE ACOBERTOU LULA ETÍLICO , EMBORA , NUNCA TIVESSE PASSADO POR SITUAÇÃO SEMELHANTE . ELES NÃO TE PERDOARÃO , AÉCIO . E ASSIM , NA TERRA DO NUNCA , (nunca se viu….) O PT SE ALARGA E SE ACOMODA POR LONGOS ANOS , APROVEITANDO-SE DE UMA FRAQUEZA DE AECINHO ….

  • miau-compreendida Disse:

    Depois do escândalo com o Aécio, o Kassab refuga o 51 . Mas bem que o Lula está de olho , numa .

  • Quincas Disse:

    Esse Aécio é maior mentira do Brasil. Viciado e bêbado. É só a imprensa denunciar levantando as façanhas do grande boyzinho que de mineiro não tem nada. Gosta é das badaladas do Rio. Eu, hein?

  • colombense Disse:

    caro cleverson lin, o senador alvaro dias não iria se rebaixar e defender um cidadao que foi pego errado em uma blitz, mesmo que seja seu colega de partido ou de trabalho, acredito nisso até que me provem o contrario

  • antonio carlos Disse:

    Pior do que a mentira, é a negação da verdade. Deu mancada? Pague por ela, é mais barato, e não leva a polêmicas inúteis. O senador, como todo poderoso deste País, fez o que todos fazem, fugiu da responsabilidade, aquela mesma que eles tanto cobram dos governos. Não existe político que tenha compromisso somente com o povo. eles tem é compromisso consigo mesmos, e mais ninguém. Todny

  • Míriam Disse:

    QUALQUER CIDADÃO COMUM , NÃO É OBRIGADO A PRODUZIR PROVAS CONTRA SI MESMO. EM RAZÃO DISSO , NÃO FAZEM O TESTE DO BAFÔMETRO . AÉCIO , SEGUIU SEUS DIREITOS .

  • Cleverson Lima Disse:

    Decoro parlamentar não é a conduta correta de um cidadão eleito? E a conduta correta não seria ele fazer o teste, já que está na lei? Então ele quebrou o decoro..

  • MIAU - COMPREENDIDA Disse:

    Cleverson, vc está corretíssimo . mas o cidadão eleito tornou-se pessoa comum ao beber, pegar o volante, dirigir sem carteira , foi inconsequente e irresponsável , e tratado como um cidadão comum. O eleito esqueceu-se que sua vida é pública, que não mais lhe pertence e que deveria ter se comportado dando o exemplo . Agora tenho lido notícias desencontradas na imprensa que quer apagar ou distorcer para amenizar o ocorrido .Os Mineiros estão revoltados.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.