Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 26abr

    Liderança do PMDB/Ronildo Pimentel

    Anibelli Neto- imóvel para IFPR de Palmas

    O prédio que vai abrigar em definitivo o campus do Instituto Federal do Paraná (IFPR) de Palmas será construído numa área localizada na Rodovia PRT-280, no trevo da Codapar (Companhia de Desenvolvimento Agropecuário do Paraná).

    A doação do imóvel, do Governo do Estado ao Município, está prevista no projeto de lei 279/2011, apresentado na última semana pelo deputado estadual Anibelli Neto (PMDB).

    O imóvel em questão, segundo o artigo segundo do projeto, fica gravado com cláusula de impenhorabilidade e de inalienabilidade e será destinado exclusivamente para o estabelecimento de um campus do IFPR.

    Caso haja descumprimento da finalidade pré-estabelecida, o terreno retornará ao patrimônio do Governo do Estado.

    DEMANDA MAIOR – De acordo com Anibelli Neto, o IFPR de Palmas oferece atualmente vários cursos de bacharelado e licenciatura à população local e moradores da região.

    Porém, com o aumento da demanda de estudantes, veio a cobrança pela ampliação da grade.

    O campus do IFPR funciona em regime de comodato desde agosto do ano passado, em um prédio desapropriado pelo Governo do Estado no dia nove de março de 2010.

    A transferência da estrutura para abrigar o instituto foi aprovada pela portaria 728 da Secretaria Estadual de Ensino Superior, editada de 14 de junho de 2010.

    “Ocorre que a ampliação da grade de cursos oferecidos pelo IFPR depende da liberação de novos servidores para ocuparem vagas de docentes e técnicos administrativos”, informa Anibelli Neto.

    “Tal liberação depende da doação do imóvel, por parte do Governo do Estado, ao IFPR, pois o Ministério da Educação (MEC) exige que o instituto tenha imóvel próprio para efetuar a liberação de novas vagas”, completou.

    O projeto já recebeu apoiamento dos demais deputados e está em análise nas comissões permanentes da Assembleia Legislativa.

    HISTÓRICO – O município de Palmas, nos Campos do Centro Sul do Paraná, começou a ser ocupada há aproximadamente dois séculos.

    A colonização começou no século XVII, quando cidadãos paulistas cruzavam a região em busca das missões Jesuítas do Sul.

    Por volta de 1720 – 1726, o bandeirante curitibano Zacarias Dias Côrtes fez a “Descoberta dos Campos de Palmas”, desbravando a região até a cabeceira do Rio Uruguai em busca de ouro.

    A denominação “Campos de Palmas” é atribuída ao major Atanagildo Pinto Martins que comandou uma expedição organizada pela Real Expedição de Conquista dos Campos de Guarapuava por volta de 1814-1819.

    Em 28 de fevereiro de 1855, a Lei nº 22 aprovada pela Assembleia elevou a cidade a Categoria de FREGUESIA.

    Em 1868, a Lei nº 155 determinou a abertura da primeira estrada de Guarapuava a Palmas.

    Em 13 de abril de 1877, Palmas foi elevado a categoria de Vila com o nome de “Vila do Senhor Bom Jesus dos Campos de Palmas”.

    A emancipação do município ocorreu com a Lei nº 484, em 14 de abril de 1879. (Com informações do portal www.palmas.pr.gov.br)

    Publicado por jagostinho @ 16:09



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

3 Respostas

WP_Cloudy
  • Cleverson Lima Disse:

    É isso aí! Governos e parlamentares tem de trabalhar juntos em prol da população, parabéms o deputado Anibeli, ao Governo do Estado e ao Governo Federal. A educação é a principal forma de termos um país mais justo e desenvolvido.

  • MARISA Disse:

    PARABÉNS DEPUTADO ANIBELI,MAS ESPERAMOS QUE ISSO ACONTEÇA DE VERDADE,QUE O SENHOR NÃO FAÇA COMO CERTOS COLEGAS SEUS,QUE NA ÉPOCA DA FEDERALIZAÇAÕ DA UNICS FIZERAM O FOGO PENSANDO EM BENEFICIO PROPRIO E AGORA SUMIRAM TODOS…E AINDA FALAM EM FECHAR CURSOS DO IFPR DE PALMAS.QUANDO ASSUMIRAM A UNICS ESSES CURSOS JÁ EXISTIAM. E ASSUMIRAM OS CURSOS E ACADEMICOS JUNTO. E AGORA TEM CORAGEM DE FALAREM EM FECHAR CURSO.AO INVÉS DE FALAR DE AMPLIAR OS CURSOS SUPERIORES FALAM EM FECHAR. MAS O QUE É ISSO GENTE??? E NEM UM ACADEMICO VAI QUERER SE FORMAR E TER UM DIPLOMA DE UMA UNIVERSIDADE QUE JÁ NÃO EXISTE MAIS,POR FALTA DE INTERESSE DE CERTOS POLITICOS.VAI FICAR ATÉ MAL O CURRICULO DO ACADEMICO COM DIPLOMA DE UM INSTITUTO QUE FALIU UMA DAS MAIORES UNIVERSIDADE DO PARANÁ.DEPUTADO FALE COM SEUS COLEGAS,EM FINAL COM QUEM FOR PRECISO,MAS NÃO DEIXE ISSO ACONTECER.

  • Eloi Disse:

    Deputado;queremos a continuidade dos cursos superiores do IFPR de Palmas.Não tem essa de esperar se formar os academicos que a antiga UNICS deixou e depois dar prioridade aos cursos tecnológicos.Isso quer dizer então que Palmas vai ficar sem universidade??? Pois não vamos ficar calados mesmo!!! Queremos que todos os cursos superiores que assumiram da UNICS continuem. E na medida do possivel até ampliação de cursos.Palmas e região não vai deixar que pessoas sem responsabilidades acabem com um patrimonio que sempre foi nosso. Fizemos muita festa com a FEDERALIZAÇÃO DA UNICS.Mas fomos enganados como se fossemos crianças por politicos que usaram a federalização para se promoverem para ganhar a eleição.Passado isso nem tão com a comunidade palmense e a nossa Universidade.Pois agora pode deixar que tudo se expluda!!! O que os politicos queriam já conseguiram. Se a gente soubesse que ia contecer isso,tinhamos feito de tudo para que a federalização não acontecesse.Pelo menos hoje nós não precisaria estar projetando o que vamos fazer para Palmas não ficar sem UNIVERSIDADE.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.