Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 28abr

    UOL/FUTEBOL

    Milton Leite até que tentou chamar a atenção para o que estava acontecendo em

    Ronaldo atuou como comentarista e trabalhou ao lado de Milton Leite na transmissão da Globo

    Madri, no Santiago Bernabeu (“É o jogo do ano, a eliminatória do ano”, disse), mas o foco principal da transmissão da Globo foi mesmo o que estava ocorrendo no estúdio, em São Paulo.

    No papel de comentarista, Ronaldo mereceu muito mais atenção do que a própria disputa entre Real Madrid e Barcelona.

    Por duas vezes, nos primeiros cinco minutos, o narrador foi obrigado a informar que a atração estava atrasada. “Tá chegando”, disse Milton Leite, já com a bola rolando. “Ronaldo já chegou. Já já vai dar a sua palhinha aqui”, disse aos cinco minutos do primeiro tempo.

    Quando o comentarista chegou, a imagem da tela de jogo foi reduzida para a abertura de uma segunda tela, mostrando Ronaldo entre o narrador e Caio Ribeiro.

    Por alguns segundos, a tela que exibia a partida chegou a ficar fora do ar.

    Dona dos direitos de transmissão da Liga dos Campeões, a Globo não havia transmitido ainda nenhuma partida desta temporada.

    Na próxima terça-feira, vai exibir o jogo de volta entre Barcelona e Real e provavelmente a partida final, no dia 28 de maio.

    Enquanto a bola rolava, Milton Leite entrevistava Ronaldo. “Saudade de participar de um Real e Barcelona?”.

    Também passou a importante informação que o Fenômeno anotou sete gols em jogos entre as duas equipes. “Você sabia?”. “Não”, respondeu o ex-jogador.

    No intervalo da partida, enquanto outras emissoras informavam que o goleiro reserva do Barcelona levou cartão vermelho por conta de uma confusão ao fim do primeiro tempo, a Globo exibia imagens da passagem de Ronaldo pelo Barcelona e pelo Real Madrid.

    O “show do intervalo” mostrou cenas da apresentação do jovem craque às duas torcidas e, pela enésima vez, alguns dos inúmeros gols que marcou pelos dois times.

    Como comentarista, Ronaldo foi honesto ao dizer que torce pelo Real Madrid e considera este Barcelona de Messi o melhor time do mundo nos últimos 15 anos.

    Fez uma observação curiosa sobre o estado do gramado, que não teria sido molhado, a pedido do técnico da casa, José Mourinho.

    Assim como Caio e Milton Leite, Ronaldo insistiu no pedido para que Kaká entrasse em campo (“Já merece uma oportunidade no time titular”), não disse uma única palavra sobre Cristiano Ronaldo, elogiou o segundo gol de Messi (“maravilhoso”) e justificou a “catimba” do primeiro tempo (“normal em clássico”).

    Sem a presença de Galvão Bueno, Arnaldo Cesar Coelho teve a oportunidade de fazer observações sérias e pertinentes sobre a falta de qualidade do jogo, em vários momentos.

    Criticou o excesso de simulações dos jogadores, bem como o pisão dado pro Marcelo num jogador do Barça.

    Foi mais objetivo que Ronaldo e Caio ao criticar o andamento do jogo.

    Publicado por jagostinho @ 17:11



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Uma resposta

WP_Cloudy
  • antonio carlos Disse:

    Pena que o Ronaldo não vai ficar, ele tem muita personalidade, e se há coisa que a Poderosa odeia, é gente que pensa pelo menos um pouquinho só. Tony

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.