Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 24jun

    PARANÁ ONLINE/ROGER PEREIRA

    Arquivo/O Estado
    Primeira deputada federal do PV do Paraná, Rosane Ferreira, vai substituir o ex-secretário Melo Viana.

     

    O PV do Paraná mudará de comando. Em reunião da Executiva Nacional do partido, encerrada na última quarta-feira, o pleito dos parlamentares do PV do Paraná foi atendido e um despacho da direção nacional nominou a nova direção estadual do PV no Paraná.

    Com a decisão, que deverá ser registrada nesta sexta-feira (24) no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná, a deputada federal Rosane Ferreira substituirá o ex-secretário de Estado de Controle Interno, Antônio Jorge Melo Viana, no comando do partido.

    O deputado estadual Rasca Rodrigues e o vereador de Curitiba Paulo Salamuni serão os novos vice-presidentes da legenda.

    O secretário-geral continuará sendo Francisco Caetano.

    A briga dos parlamentares do PV paranaense por mais espaço é antiga, mas foi encabeçada pela primeira deputada federal do partido assim que Rosane Ferreira tomou posse em Brasília.

    Nos últimos seis meses a situação do diretório do Paraná foi debatida na Executiva Nacional. “Entrei no PV em 1999 e o partido já era comandado pelo Viana.

    De lá para cá, ele deixou de ser presidente por uns três períodos muito curtos, mas sempre esteve no comando. Cobramos essa alternância na comissão provisória para conduzirmos uma transição para a democracia real no partido”, disse Rosane.

    Funcionando ainda com comissões provisórias em todos os estados, as Executivas estaduais do PV são, ainda, determinadas pela direção nacional.

    Rosane disse que a mudança no Paraná é o primeiro passo da transformação que a senadora Marina Silva está pleiteando para democratizar o PV.

    “O partido está trabalhando neste sentido. O problema maior é São Paulo, mas tudo isso está sendo discutido e teremos um consenso. A senadora Marina está voltando do exterior, a próxima semana será muito importante”, disse a deputada, que informou aguardar o retorno de Marina para marcar uma cerimônia de posse.

    À frente do PV, Rosane Ferreira disse que iniciará um trabalho de diagnóstico da situação partidária.

    “Primeiro teremos que descobrir o tamanho do PV, sei que estamos em 100 municípios, mas preciso saber em que condições, com que envergadura. Não queremos o PV servindo de partido de aluguel para ninguém”, disse.

    “Na sequência, vamos resgatar o que o PV já perdeu. Lideranças importantes que ajudaram a fundar o partido no Estado, mas que nos deixaram por discordar das recentes práticas”, continuou.

    Questionada se o PV convidará o ex-deputado federal Gustavo Fruet (PSDB) para disputar a prefeitura de Curitiba pelo partido, Rosane pregou cautela.

    “Vamos manter a postura de sempre lançar candidatos nas majoritárias e de termos chapas completas nas proporcionais, mas sem precipitar nada. Primeiro precisamos concluir esse diagnóstico. Mas, se tivermos que buscar novas possibilidades, dentro da programática que defendemos, buscaremos sem problemas”, disse.

    Procurado pela reportagem, o atual presidente do PV do Paraná, Melo Viana, não quis dar entrevista.

    Informou, via assessoria de imprensa, que a definição sobre as direções estaduais é prerrogativa da Executiva Nacional do partido e que, por isso, não teria o que comentar.

    Publicado por jagostinho @ 09:25



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.