Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 09ago

    Priscila Lambert / Assessoria de imprensa / Casa Civil da Presidência da República

    Foto: Paulo H. Carvalho

                                                                                                    

    Ao participar ontem (8/8) da abertura do seminário Políticas Públicas para a Nova Classe Média, promovido pela Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência, a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, reforçou a importância de ações que vêm sendo realizadas pelo governo no sentido de manter o Brasil na rota do crescimento com geração de emprego, distribuição de renda e inclusão de milhões de pessoas na classe média do país.  A ministra abriu o evento representando a presidenta Dilma Rousseff.

     ”A grande responsabilidade que temos diante da população brasileira é o desenvolvimento e a estabilidade da economia. Foi esta estabilidade, a partir do controle inflacionário, do crescimento da produção, da geração de empregos e de programas de inclusão, que logramos o êxito da ascensão de classes sociais”, disse a ministra em discurso.

     A ministra demonstrou preocupação com o delicado cenário econômico no mundo, mas reafirmou que estão sendo feitos todos os esforços para que o Brasil se mantenha firme.

     “Fomos o primeiro país a se recuperar dos efeitos do período inicial dessa crise que afetou o mundo, de forma aguda, e vamos continuar resistindo. Todos os esforços estamos fazendo neste sentido. Desde austeridade na política fiscal até estímulo a nossa indústria e comércio.” 

    Sobre a dificuldade de recuperação das economias européias e americana, Gleisi considera que as lideranças políticas desses países “não têm conseguido, até o momento, encontrar soluções sensatas para os impasses que provocaram a crise”.  “No Brasil, temos que agir  com cuidado e responsabilidade, como estamos agindo, para impedir que essa realidade interferira no nosso crescimento e estabilidade.”

    Ações de governo

    Entre as ações citadas pela ministra como forma de manter o desenvolvimento com inclusão está o recém-lançado Plano Brasil Maior, que tem como objetivo estimular a produção nacional e o emprego, defendendo a indústria brasileira da concorrência desleal e da guerra mundial.

     No centro das políticas do governo para o desenvolvimento do país, conforme destacou a ministra, está outro importante instrumento de mobilidade social e de promoção da ascensão sócio-econômica dos brasileiros: a educação.  

    Neste sentido, uma série de ações está em curso pelo atual governo.  Gleisi citou, por exemplo, o Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego), lançado no fim de abril, que ofertará 8 milhões de novas oportunidades de formação profissional.

    “O programa vai transformar completamente a escala e a qualidade da formação profissional no país”, afirmou Gleisi.  

     A ministra ressaltou ainda a importância do ProUni para a inclusão no ensino superior e a  extensão do Fies (Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior) ao ensino profissional e tecnológico e também dos serviços nacionais de aprendizagem do Sistema “S” (enai, Senac, Senat, Senar e Sescoop).

     Além disso, destacou o Programa Ciência sem Fronteiras, que oferecerá 75 mil bolsas de estudos para estudantes brasileiros no exterior, com ênfase na área de ciências exatas, tecnologia e inovação — um programa idealizado “para garantir que o Brasil possa estar na vanguarda de uma economia mundial cada vez mais dependente do conhecimento”. 

     “O que nós queremos é muito claro: assegurar a absoluta continuidade do projeto brasileiro de desenvolvimento”, concluiu a ministra.



    Publicado por jagostinho @ 10:49



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.