Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 21nov

    >>>>>    Sempre achei que a impunidade é a maior causa de tanta corrupção no nosso País. As nossas leis, arcaicas e frouxas, mal elaboradas e permissivas, facilitam os ladrões do dinheiro do povo e deixam de mãos atadas um judiciário mal aparelhado e que, assim, cada vez mais, perde a confiança da população.

    >>>>>   E temos tudo para que as coisas piorem ainda mais e nos deixem sem perspectivas de mudanças, pois quem pode mudar as leis é a classe política. Justamente o nicho que agasalha o maior número de corruptos, na sociedade brasileira.

    >>>>>   Por isso, a sangria desatada que exaure nossa saúde, nossa segurança, nossa educação, nosso saneamento básico, nossa infraestrutura e outros nossos… vai continuar, debochada e cinicamente, castigando, de forma impiedosa e cruel, o povo brasileiro.

    >>>>>   E não nos surpreendamos se as novas gerações tornem realidade o que já previu Rui Barbosa: “De tanto ver crescer a INJUSTIÇA, de tanto ver agigantar-se o poder nas mãos dos MAUS, o homem chega a RIR-SE da honra, DESANIMAR_SE de justiça e TER VERGONHA de ser honesto”.

    >>>>>   E tem mais. A HIPOCRISIA campeia solta pelos raios fúlgidos desta Pátria. Senão vejamos. Um dos ralos mais escancarados da roubalheira, na atualidade, são as tais ONGs. É o assunto do momento. Que diabos, como surgiu isso? Donde veio este monstro assustador ?

    >>>>>    Como não temos memória é bom que sejamos exatos para relembramos os assuntos. Com um outro nome, OSCIP – Organizações da Sociedade Civil de Interesse Publico – tudo foi arquitetado, formulado e aprovado no governo de Fernando Henrique Cardoso *.

    >>>>>   Aos tucanos que hoje tentam trucidar o governo Dilma, seria aconselhável que  rebuscassem, num passado recente, e descobririam que o DNA das ONGs é bicudo e colorido.

    >>>>>   Antes que apareçam as viúvas lacrimosas, devo enfatizar que existem ONGs – Organizações Não Governamentais – com trabalhos primorosos e exemplares. Pena que sejam exceção. E nem bem é esta a questão. Não sou tão ingênuo em pontuar a situação.

    >>>>>   ONGs e seus dirigentes, hoje culpados de tudo, são, isto sim, usados como pano de fundo para mascarar uma situação.

    >>>>>   Sendo mais claro: As ONGs, OSCIP e afins foram oficializadas para uso de dinheiro público sem licitação e sem fiscalização. Aí é que está o ponto nevrálgico desta monstrenga criação tucana.

    >>>>>   Isso somado à uma justiça lenta e cheia de largas frestas faz com que eu tema que o grande brasileiro Rui Barbosa, além de tantas qualidades extraordinárias que tinha, se transforme num PROFETA !

    >>>>>   Daí será o começo do fim de um País que queria ser um dos maiores do mundo.

    >>>>>   Vamos reagir, brasileiros ?

     

    * A Lei 9.790 de 23/03/99, também conhecida como Lei do Terceiro Setor, é um marco na organização desse setor. Promulgada a partir de discussões promovidas entre governo e lideranças de organizações não governamentais, esta lei é o reconhecimento legal e oficial das ONGS, principalmente pela transparência administrativa que a legislação exige.

     

    Publicado por jagostinho @ 09:25



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.