Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 03dez

    SMCS

    O prefeito Luciano Ducci (PSB) anunciou a implantação de um viaduto estaiado (suspenso com cabos de aço) na confluência das avenidas Comendador Franco (avenida das Torres) com a Coronel Francisco H. dos Santos.

    A obra será um marco arquitetônico na entrada de Curitiba próximo ao Aeroporto e a cidade vizinha de São José dos Pinhais e vai melhorar a ligação viária entre os bairros Boqueirão, Hauer, Xaxim, Uberaba e Jardim das Américas, Cajuru e BR-277.

    Serão beneficiados pelo viaduto cerca de 300 mil moradores dos seis bairros e também aqueles que entram ou saem da cidade pelo aeroporto ou pela BR-376 que liga a Santa Catarina.

    “É uma obra que ajudará a melhorar a mobilidade num importante corredor viário da cidade, e ao mesmo tempo agregará valor estético à paisagem urbana. Será um cartão postal para quem chega a Curitiba vindo do Aeroporto Internacional Afonso Pena, por exemplo, diz o prefeito Luciano Ducci que esteve nessa quinta-feira (1) no Ippuc para discutir detalhes desse e de outras obras para a cidade.



    O projeto do viaduto estaiado que está sendo elaborado pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) preserva a possibilidade de implantar no futuro um novo modal de transporte no canteiro central da avenida das Torres.

    O uso dos cabos elimina a necessidade os pilares que normalmente são usados como sustentação de viadutos tradicionais.

    “A opção por esse tipo de viaduto (estaiado) garante a reserva de uma área importante da via para ser usada futuramente. É uma obra feita com muito planejamento, pensando em resolver os problemas atuais sem perder de vista o futuro”, explica o presidente do Ippuc, Cléver de Almeida.



    Copa do Mundo

    O novo viaduto faz parte do pacote de obras para o Corredor Aeroporto/Rodoferroviária, que tem ainda a remodelação da avenida Comendador Franco (avenida das Torres) em cerca de 10 quilômetros.

    Essas obras fazem parte do Programa de Aceleração do Crescimento da Copa – PAC da Copa 2014, financiado pelo Governo Federal.

    O viaduto por cima da avenida das Torres terá um vão livre de 134 metros suspenso por 11 cabos de um lado e 10 no sentido reverso. Os cabos são ancorados num mastro de 69 metros de altura.

    O tabuleiro do viaduto terá 25 metros de largura com quatro faixas de circulação, duas em cada sentido da via. Além das pistas, o viaduto terá ciclovia compartilhada nas duas laterais para o trânsito seguro de ciclistas e pedestres.

    Com o viaduto serão eliminados os semáforos no cruzamento dessas duas avenidas e fluxo será contínuo tanto pela avenida das Torres como pela Francisco H. dos Santos.

    A passagem do aeroporto para Curitiba nesse trecho será livre, por exemplo.

    Além dos veículos, o ônibus do transporte coletivo também serão beneficiados com a obra, pois além de ser uma importante ligação de duas partes da cidade, o cruzamento fica numa região de intenso comércio e serviço.

    Publicado por jagostinho @ 15:25



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.