Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 21jan

    AFP

    O primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, acusou uma rádio da oposição de cobri-lo de “merda” durante uma reunião com representantes da imprensa russa, cujo conteúdo integral foi publicado nesta quinta-feira.

    No jantar com cerca de 30 dirigentes de diversos meios de comunicação russos, Putin atacou o redator chefe da Echo de Moscou, Alexe Venediktov.

    “Eu não fico chateado quando você me cobre de merda o dia inteiro, mas você fica chateado”, disse o primeiro-ministro.

    Ele criticou a rádio por fazer uma cobertura de certos assuntos sob o ponto de vista dos Estados Unidos em detrimento da opinião oficial russa.

    Controlada pela gigante Grazprom, a Echo de Moscou é a principal rádio russa que continua oferecendo informações independentes, em um cenário midiático onde as grandes redes de televisão são controladas pelo poder.

    Vladimir Putin tem enfrentado, pela primeira vez desde que chegou ao poder a 12 anos, uma onda de contestação após a vitória do partido no poder, o Rússia Unida, nas eleições legislativas, em uma votação cheia de fraudes, segundo a oposição e observadores internacionais.

    Para Dmitri Orechkine, cientista político e membro fundador da “Liga dos Eleitores”, criada na quarta-feira para mobilizar os russos para a eleição presidencial, o objetivo desta reunião foi “o de colocar em seu lugar todos os que o criticam”.

    “Venediktov enfrentará o seguinte dilema: ou muda sua política editorial, ou a mantém e coloca em risco seu emprego e a rádio”, afirmou.

    “O poder começa a levar a sério os meios de comunicação críticos, e vai tentar marginalizar a Echo de Moscou”, acrescentou.

    Na reunião, Putin também criticou a oposição por rejeitar seu apelo para um diálogo. Ele atacou igualmente o escritor Boris Akunine, outro membro fundador da “Liga dos Eleitores”, e o astro do rock anti-soviético Iuri Chevtchouk.

    O escritor, por sua vez, ressaltou que Putin se “recusou a participar dos debates” televisionados com seus concorrentes, invocando as suas funções no governo.

    “Putin evita há muito tempo encontrá-los, já que podem lhe fazer perguntas embaraçosas, imprevisíveis”, afirmou.

    Akunine ignorou, como outras personalidades renomadas, uma cerimônia realizada por Putin para a entrega de um prêmio, por ocasião do dia da imprensa russa.

    Publicado por jagostinho @ 13:14



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.