Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 22jan

    SITE DO PDT/REDE

    Os 90 anos de nascimento de Leonel Brizola serão lembrados no próximo dia 23 de janeiro no Rio de Janeiro com a celebração de uma missa às 11 horas na Igreja de São Benedito dos Homens Pretos, na rua Uruguaiana, no Centro da cidade; e com o lançamento do livro “Leonel Brizola – A Legalidade e Outros Pensamentos Conclusivos”, às 18 horas, na sede da Associação Brasileira de Imprensa (ABI) – na Rua Araújo Porto Alegre 71, também no Centro do Rio.

    Neste domingo dia 22, dia do nascimento de Brizola, haverá missa também em Caxias, mandada rezar pelo companheiro Cézar, na Catedral de Santo Antonio, ãs 19 horas.

    No livro organizado por Osvaldo Maneschy, Apio Gomes, Paulo Becker e Madalena Sapucaia o herdeiro do Trabalhismo dá – na primeira pessoa – a sua opinião sobre temas políticos atuais através de transcrições de falas suas recolhidas ao longo dos anos que somam mais de 300 horas de gravação de palestras, discursos e entrevistas – entre 1991 e 2004.

    A primeira parte do livro é totalmente dedicada ao movimento da Legalidade de 1961 liderado por Brizola a partir do Rio Grande do Sul, que uniu o Brasil e derrotou os golpistas que tentaram impedir a posse de João Goulart – episódio do qual Brizola tirou uma grande lição: os golpes só prevalecem na desinformação.

    A Cadeia da Legalidade, a partir da encampação pelo governo gaúcho da Rádio Guaíba, reuniu espontaneamente mais de 100 emissoras de rádio, encurralando os militares golpistas na condenação do ato, pela opinião pública.

    Mas do episódio Brizola cultivou grande frustração a ponto de dizer, em 2001, na fase conclusiva de sua vida: “Na Legalidade, perdemos uma chance que a História nos deu de bandeja”.

    Brizola queria enfrentar os militares golpistas e fechar o Congresso Nacional convocando, logo em seguida, uma Constituinte. Mas Jango conciliou e veio o golpe de 1964.

    Um CD acompanha o livro onde uma parte dos fatos relacionados à Legalidade é narrada pelo próprio Brizola.

    Já a segunda parte de “Leonel Brizola – A Legalidade e Outros Pensamentos …” é uma reedição do livro originalmente publicado em 1994 com o título “Com a palavra, Leonel Brizola” – onde o ex-governador, também na primeira pessoa, fala sobre processo social, Trabalhismo, economia, getulismo, problemas brasileiros, política, mídia, golpe de 64, violência e pobreza, entre temas diversos.

    O prefácio do livro é do jornalista Paulo Henrique Amorim e ele pode ser comprado na Internet, através da Nitpress, no endereço www.nitpress.com.br .

    A obra é parte de um projeto maior voltado à preservação das palavras e idéias de Brizola que desdobrará em novo livro, em futuro próximo, mais extenso e detalhado – cujo título ainda provisório é “Leonel Brizola, outras reflexões”.

    Publicado por jagostinho @ 12:18



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

3 Respostas

WP_Cloudy
  • juraci Disse:

    Uma pena que não deixaram este homem ter sido presidente do Brasil. Estariamos uma década na frente do que estamos hoje. Que Deus o tenha num ótimo lugar, pois foi um patriota.

  • Valmor Stédile Disse:

    O livro “A LEGALIDADE e outros pensamentos conclusivos”, que celebra a passagem do 90º ano do nascimento de Leonel Brizola, será lançado em Curitiba no dia 6 de fevereiro, em pelo menos dois encontros com a presença de um dos autores da obra: um público e outro mais voltado aos filiados do Partido Democrático Trabalhista (PDT). Os detalhes estão sendo ajustados junto às estruturas da sigla brizolista.

  • BRIZOLA: 90 ANOS « Noticias do Front Disse:

    […] Lançamento de livro e homenagens ao grande líder em Curitiba […]

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.