Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 24fev

    RECEITA FEDERAL

    A partir das 8 horas de hoje, já está sendo possível baixar no site da Receita Federal a versão 2012 do programa gerador da declaração anual do Imposto de Renda.

    O software de­­verá estar disponível para download no site www.receita.fazenda.gov.br/irpf2012.

    Pela primeira vez, o Fisco resolveu antecipar o prazo de lançamento do programa para que o contribuinte tenha tempo pa­­­ra se familiarizar com o sistema e possa organizar seus documentos antes do início oficial das entregas.

    O contribuinte que quiser se antecipar já poderá preencher sua declaração. O envio das informações para o banco de dados da Receita, entretanto, só poderá ser feito a partir de 1.º de março, início do prazo oficial para entrega das declarações, que termina às 23h59 de 30 de abril.

    Também na manhã de hoje, a Receita lançou um site para tirar as dúvidas dos contribuintes sobre o preenchimento da declaração.

    O tutorial tem o formato de uma linha do tempo com a trajetória que o contribuinte precisa seguir para fazer a declaração do Im­­posto de Renda da Pessoa Física (IRPF).

    A linha está dividida em quatro etapas, começando com o download do programa até a fase final de restituição.

    De acordo com a coordenadora-geral de Tecnologia da Infor­mação da Receita Federal, Cláudia Maria de Andrade, o site do órgão está estruturado para suportar até 1 milhão de downloads por dia do programa gerador da declaração.

    Essa capacidade é 20% superior à do ano passado. “A Receita minimizou o risco de congestionamento neste ano. Temos servidores diferentes para recebimento das declarações e outro para download do pro­­­grama”, afirma a coordenadora.

    Tablets

    Segundo Cláudia, o programa do IR não poderá ser baixado em tablets ou smartphones, mas a Receita estuda a possibilidade de criar um aplicativo para tablets.

    No entanto, o Fisco ainda avalia se o custo do programa corresponde à utilidade do aplicativo.

    “Estamos em um processo de avaliação porque tem um custo com dinheiro do contribuinte”, destacou o supervisor nacional do programa IRPF, Joaquim Adir.

    Publicado por jagostinho @ 13:55



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.