Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 12mar

    ITAIPU-SALA DE IMPRENSA

    Os atletas do projeto Meninos do Lago, mantido pela Itaipu e pela Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa), bateram as equipes dos Estados Unidos e do Canadá e conquistaram o ouro para o Brasil em duas modalidades no Pan-Americano de Canoagem Slalom, que terminou neste domingo, no Canal Itaipu, em Foz do Iguaçu.

    Os garotos foram campeões nas categorias canoa e caiaque simples em equipes, em que participam três atletas ao mesmo tempo. No sábado, a atleta Ana Sátila, de 17 anos, venceu no caiaque simples e garantiu a vaga olímpica.

    Na categoria canoa simples masculino por equipes, o Brasil foi campeão com Cássio Petry, Charles Corrêa e o iguaçuense Leonardo Cussel, de 17 anos, que está há três anos no projeto Meninos do Lago.

    “Foi uma prova bem competitiva, um campeonato de alto nível. Ganhei bastante experiência e agora espero o mundial júnior”, afirmou Cussel.

    Segundo ele, os treinamentos no Canal Itaipu foram fundamentais para a boa classificação. As equipes canadense e americana ficaram em segundo e terceiro lugar, respectivamente.

    No caiaque simples por equipe, também deu Brasil, com Ricardo Martins Taques, João Machado e Pedro Henrique da Silva. Natural de Tomazina, PR, João Machado tem 26 anos e está desde o início do projeto Meninos do Lago, em Foz do Iguaçu.

    “É um prazer ser campeão, ainda mais em casa”, afirmou. Completam o pódio o Canadá e a Argentina – outras duas equipes brasileiras fizeram melhor tempo, mas, pelas regras do campeonato, o pódio tem que ser formado por três países diferentes.

    Para o diretor-geral brasileiro de Itaipu, Jorge Samek, os bons resultados dos Meninos do Lago e de todos os atletas da Seleção Brasileira Permanente de Canoagem são motivo de orgulho.

    Ele visitou a seleção no segundo dia de provas, no sábado, e avaliou a parceria entre Itaipu e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), patrocinadoras da equipe.

    “Pela primeira vez na história, o BNDES fez este tipo de patrocínio”, disse Samek. “Isso pode abrir portas para outros esportes também serem beneficiados”.

    O superintendente de Comunicação Social de Itaipu, Gilmar Piolla, também parabenizou os Meninos do Lago e a seleção brasileira pelo bom desempenho.

    “Com os resultados no Pan-Americano, o Brasil surge como nova potência na canoagem slalom das Américas”, afirmou.

    Para a coordenadora do Programa de Proteção à Criança e ao Adolescente (PPCA) de Itaipu, Mirtha Baez, melhor que as medalhas no Pan-Americano são as lições de solidariedade e disciplina que os jovens recebem no Projeto.

    “Não queremos atletas de ouro apenas nas corredeiras, mas na vida. Para que se tornem adultos responsáveis”, completou.

    O projeto Meninos do Lago reúne cerca de cem jovens carentes dos bairros Vila C e Porto Meira, na periferia de Foz do Iguaçu.

    A proposta é trabalhar a inclusão por meio do esporte e preparar os jovens para as Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro. Os jovens treinam diariamente no Canal Itaipu.

    O projeto é mantido pela Itaipu, por meio do PPCA, e pela Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa).

    Promovido pela CBCa, o Pan-Americano tem patrocínio da Itaipu Binacional e do BNDES.

    Atletas de dez países competiram no Canal Itaipu, que fica dentro da usina hidrelétrica, entre 9 e 11 de março.

    Em paralelo ao Pan, aconteceu o Open Itaipu, com a participação das seleções convidadas da Espanha e da República Tcheca.



    Publicado por jagostinho @ 17:01



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.