Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 22mar

    AFP

    • Reprodução/TMZEx-mansão de Michael Jackson em imagem do site TMZ
    • Ex-mansão de Michael Jackson em imagem do site TMZ

    A mansão onde Michael Jackson morreu em 2009, com 13 banheiros, academia de ginástica, piscina e sala de cinema, foi colocada à venda por 23,9 milhões de dólares, informou o site da imobiliária.

    A mansão de três andares no rico bairro de Holmby Hills, oeste de Los Angeles, foi colocada à venda pelo agente imobiliário Mauricio Umansky, o multimilionário marido de Kyle Richards, uma das participantes do programa “Real Housewives of Beverly Hills”.

     O “reality show” expõe a vida festiva de um grupo de multimilionárias de Beverly Hills.

    “Este elegante e sofisticado ‘castelo francês’ foi concebido por Richard Landry e terminado em 2002”, escreveu Umansky ao oferecer a casa à venda no site da imobiliária que preside, The Agency, uma da mais exclusivas da cidade.

    A mansão, cheia de ornamentos, tem 1.600 metros quadrados de construção, 5.100 metros quadrados de terreno, sete quartos, 13 banheiros e ostentosas instalações, como bodega de vinhos, uma grande piscina, elevador, cinema, academia e casa de convidados, entre outras comodidades.

     Segundo o site TMZ, a propriedade foi colocada à venda na segunda-feira e Umansky apenas recebe compradores “pré-qualificados para comprá-la”.

    As fotos da casa, cujo interior foi exposto durante o julgamento do médico Conrad Murray, condenado pela morte de Michael Jackson, mostram que a residência está completamente vazia exceto por uma cama, que parece ser a mesma na qual o cantor morreu em 2009.

     Sua cabeceira dourada de estilo rococó é igual à que se via nas inúmeras imagens do leito de morte de Michael Jackson.

    Contatada pela AFP, a imobiliária não respondeu à solicitação de confirmar esta informação. Jackson morreu em 25 de junho de 2009 aos 50 anos por uma overdose do anestésico propofol, que utilizava como sonífero.

    Em 7 de novembro do ano passado, seu cardiologista, Conrad Murray, foi sentenciado à pena máxima (quatro anos de prisão), após ser considerado culpado de homicídio culposo.

    Jackson não era o dono da casa em Holmby Hills. Mudou-se para lá com seus três filhos quando começou a ensaiar em Los Angeles para uma série de shows que faria em Londres.



    Publicado por jagostinho @ 17:25



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Uma resposta

WP_Cloudy

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.