Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 14jul

    ASSESSORIA DE IMPRENSA/FRUET

    Foto : Everson Bressan

    O candidato a prefeito, Gustavo Fruet (PDT) reafirmou, na noite desta sexta-feira (13), seu compromisso com o resgate da Curitiba inovadora, através da gestão participativa.

     “Meu partido é Curitiba. Temos que aproveitar a campanha para debater soluções para as mortes por falta de atendimento nas unidades de saúde, para o trânsito caótico, para falta de creches e para os alarmantes índices de criminalidade. É isso que a população espera. Candidatei-me para lutar contra as pessoas que acham que são donas da cidade e da política”, afirmou Fruet em seus discursos.

    Ao lado da candidata a vice-prefeita Mirian Gonçalves (PT), Fruet participou de quatro eventos na noite de sexta-feira : inauguração dos comitês dos candidatos a vereador Professor Paixão e Salete Bogolin, ambos do PT; lançamento de um campeonato amador promovido pela Federação Paranaense de Futebol, presidida por Hélio Cury, candidato a vereador de Curitiba pelo PDT; e do aniversário da Dra. Clair (ex-deputada federal paranaense, que atualmente preside o Instituto Reage Brasil e milita no PV).

    Mirian Gonçalves destacou a necessidade de priorizar os investimentos nas áreas mais carentes. “O Gustavo vai fazer a diferença. Vamos ter um novo olhar para a Curitiba, investir nos bairros mais carentes, nas pessoas, enfim, vamos recuperar a cidadania do curitibano”, completou a candidata a vice.

    Os deputados petistas Dr. Rosinha e Tadeu Veneri também acompanharam Fruet. “Não temos vez e voz na administração que esta aí. Vamos fazer nossa campanha mostrando nosso programa, ela será baseada em cima de projetos e debate de ideias, não de acusações”, destacou Rosinha.

    Fruet também lembrou que, assim como seu pai, Maurício Fruet (prefeito de Curitiba entre 1983 e 1985), faz política por paixão.

    “Política é um desafio. Eu e meu pai nunca fizemos política para ter uma concessão de rádio ou conquistar cargos em órgãos públicos. Precisaremos de ousadia para conseguir a erradicação da pobreza na nossa cidade. Um governo só tem sentido se destinar todos os seus olhares para o social”, confirmou.

    ” Nossa cidade amadureceu e precisa de mudança. Não de uma ruptura, mas de uma nova visão, pois ela se acomodou. Sou contra esta tentativa de controle de Curitiba”, afirmou.

    Na sede do Paraná Clube, o candidato do PDT à prefeitura de Curitiba conheceu Vilmari Pacheco, jogadora que participou do primeiro campeonato de futebol feminino do Brasil, organizado em Curitiba, em 1983, com a ajuda de Maurício Fruet, pai de Gustavo, então prefeito da capital paranaense.

    Pacheco, como era conhecida, era meia-direita da Associação Esportiva Esmeralda, clube do bairro Xaxim. “Em nosso governo, vamos fortalecer as áreas e as atividades de lazer, como o futebol amador. Elas são de extrema importância para ajudar no desenvolvimento da juventude”, completou Fruet.

    Publicado por jagostinho @ 16:03



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.