Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 23jul

    BLOG DE VANESSA FONTANA

    Vadias, apresentar armas! Ousadias privadas, execração pública!

    A mulher, a advogada e assessora parlamentar, Denise Leitão Rocha, do gabinete do Senador Ciro Nogueira – PP, do Piauí, teve um vídeo íntimo divulgado por seu parceiro na internet, vulgo a “Furação da CPI”.

    Desde então sua vida virou um inferno. E, além da exposição do próprio vídeo a moça está sendo moralmente julgada por fazer sexo. Vamos lá, a revolução sexual já vem da década de 1960, ok?

    O problema aí é o seguinte, aparentemente não foi ela quem divulgou o vídeo, foi o rapaz.  Com ele está tudo ótimo, não está sendo importunado e a sua identidade nem foi revelada.

    Então, se os dois são funcionários da “casa” porque somente a mulher, a Denise, será demitida? Por que somente ela está sendo “moralmente” julgada por exercer a sua sexualidade? Por que ela está sendo tratada como “vadia” e o rapaz do vídeo como “garanhão”?

    A “marcha das vadias” não faz duas semanas estava nas ruas de várias cidades no Brasil, lutando pela liberdade no uso das roupas, o livre exercício da sexualidade e o direito individual de cada mulher cuidar da sua vida privada com a segurança de não ser atacada por usar roupas que lhe agradam.

    Estão destruindo a Denise, porque ela é mulher e cometeu “ousadias privadas” que se “tornaram públicas”, porque alguém deliberadamente publicizou um vídeo “privado”.

    Então, se a “marcha das vadias” significa lutar pelo exercício livre da sexualidade e debater a violência contra a mulher, então lutem pela Denise Rocha, pois a sua sexualidade está sendo duramente criticada e moralmente achincalhada e não ouço uma única palavra em relação ao rapaz.

    A demissão de Denise Rocha, se ocorrer, também será uma violência. Estão praticando uma violência moral que reforça esteriótipos no imaginário social masculino e feminimo e que ainda condenam a mulher pelo exercício da sexualidade e continuam a exaltar a virilidade masculina e o seu poder.

    Por isso, vadias, apresentar armas!

    Publicado por jagostinho @ 15:02



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Uma resposta

WP_Cloudy
  • Iara Lopes Disse:

    Vale pela reflexão, pois a mulher é sempre punida socialmente.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.