Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 21ago

    [email protected]

    Por falta de capacidade administrativa, a licitação do metrô está atrasada e dificilmente sairá do papel na atual administração.

    O alerta foi feito pelo candidato a prefeito, Gustavo Fruet (PDT), em entrevista ao Paraná TV 2ª Edição, na noite desta segunda-feira (20).

    Além do metrô, Fruet lembrou que outras licitações importantes – radares e lixo – também estão paradas por conta da ineficiência dos atuais administradores da Prefeitura.

    “Curitiba perde tempo e está ficando para trás. Apesar do governo federal estar garantindo recursos importantes para nossa cidade, a população está pagando um preço alto pela inoperância administrativa”, comentou.

    O futuro prefeito de Curitiba reafirmou a prioridade no transporte público de qualidade em seu governo. “Curitiba é a única capital que perde usuários do transporte coletivo. Não vamos coibir a utilização dos carros, mas vamos mostrar que o transporte público é prioritário, com investimentos em canaletas para os ônibus, em novos anéis viários e modais, além de valorizar as ciclorrotas”, finalizou.

    Fruet reafirmou a aliança com o Partido dos Trabalhadores e destacou a falta de sintonia do atual governo municipal com o governo federal, o que está prejudicando a utilização dos recursos federais na capital paranaense.

    “Nossa aliança é programática, a favor de Curitiba, e conta com o aval da presidenta Dilma Rousseff e da ministra da Casa Civil Gleisi Hoffmann. Temos programas e projetos em todas as áreas, nossa gestão irá potencializar as parcerias com o governo federal, ajudando a recuperar a cidade”, confirmou.

    O candidato do PDT à prefeitura da capital paranaense destacou seu trabalho de três mandatos como deputado federal no Congresso Nacional, quando sempre se insurgiu contra as más práticas e desvios na política, sendo o único a participar dos processos que levaram à cassação de quatro deputados na Casa.

    “Estou tranquilo nesta eleição e não aceitarei provocações quanto à minha postura política. Nesta campanha, estamos nos diferenciando bem dos outros candidatos, mostrando, com responsabilidade e diálogo, nossas propostas sólidas para a saúde, educação, segurança e mobilidade urbana”, afirmou.

     

    Publicado por jagostinho @ 09:31



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.