Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 02mar

    FRANCE PRESSE
    A tecnologia que identifica a entrada da bola no gol é exibida antes da estreia do Mundial de Clubes da Fifa

    A tecnologia que identifica a entrada da bola no gol é exibida antes da estreia do Mundial de Clubes da Fifa (Yoshikazu Tsuno/AFP)

    A Fifa anunciou nesta sexta-feira que licenciou um quarto sistema que usa a tecnologia para auxiliar a arbitragem a saber se uma bola ultrapassou a linha do gol.

    A empresa alemã GoalControl, com sede na cidade de Würselen, recebeu a licença da entidade para a utilização da tecnologia chamada de GoalControl-4D.

    O sistema se junta ao Cairos (confirmado na última segunda-feira), ao Hawk-Eye e ao GoalRef como projetos oficialmente aprovados pela Fifa, sendo que os dois últimos já foram utilizados em dezembro passado, no Japão, no Mundial de Clubes conquistado pelo Corinthians.

    O GoalControl-4D funciona por meio de 14 câmeras de alta velocidade dispostas pelo campo e direcionadas para cada uma das metas, sendo que a posição da bola é registrada de forma tridimensional, assim como os limites do gol.

    Quando a bola ultrapassa completamente a linha, um sinal codificado é enviado em menos de um segundo para o relógio receptor do árbitro. O sistema funciona com traves e bolas normais, sem a necessidade de instalação de sensores ou chips.

    O novo método tecnológico aprovado pela Fifa passou por testes no mês passado, na Düsseldorfer Esprit-Arena e na Veltins-Arena de Gelsenkirchen, e participará do processo de escolha do sistema que será utilizado na Copas das Confederações de 2013 e na Copa do Mundo de 2014.

    A entidade anunciou que pretende escolher o vencedor desta disputa em abril. A tecnologia chamada de Cairos, também criada por uma empresa alemã, é um sistema que utiliza a tecnologia de campo magnético para detectar se a bola ultrapassou a linha do gol.

    O sistema GoalRef opera através de dez sensores colocados nas traves, que permitem que avisos sonoros sejam emitidos ao juiz no caso de a bola atravessar a linha da meta.

    Já o Hawk-Eye trabalha nos moldes do sistema já implementado no tênis profissional, popularmente chamado de “tira-teima”.

    Ele funciona através do uso de câmeras de alta velocidade e sensores de monitoração da bola, que percorre quadro a quadro as imagens coletadas, mapeando em três dimensões o objeto e montando uma simulação em 3D para exibir para o público em caso de um lance duvidoso.


    Publicado por jagostinho @ 17:18



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.