Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 04abr

    [email protected]

    O arquiteto e urbanista Ricardo Mesquita foi o convidado da Bancada do PSC e participou nesta quarta-feira  da Tribuna Livre,Ricardo Mesquita bancada 012 na Câmara.

    Mesquita falou da falta de calçadas e das péssimas condições daquelas que existem na Capital. Ele mostrou como exemplo a calçada em frente a Igreja do Perpétuo Socorro, no Alto da Gloria.

    “Aqui a calçada, que deveria ser um meio de transporte, é um obstáculo. E se alguém se machucar num local desses, o responsável técnico pelo equipamento pode responder por crime doloso, quando se tem a intenção de causar dano a vítima. Isso é muito sério”, desabafou.

    Mesquita destacou a falta de acessibilidade para portadores de necessidades especiais. “ Aqui atrás desta Casa de Leis, por exemplo, as calçadas são inacessíveis para cadeirantes.

    A calçada não é alinhada com a rua, tem paralelepípedo entre a via e a calçada e fica quase impossível para o cadeirante ter acesso ao prédio”. O arquiteto também destacou o acesso ao prédio do legislativo para cadeirantes. “Vejam a inclinação da rampa de acesso ao prédio.

    É muito alta, em torno de 16% acima do permitido”, mostrou. Ele enfatizou que  Casa de Leis municipal está irregular. “Precisamos resgatar a dignidade e auto-estima dos cidadãos”, disse.

    O membro do Conselho Estadual das Cidades, José Leite também usou a tribuna e destacou que no entorno dos hospitais o acesso é complicado para cadeirantes como ele.

    “São equipamentos de petit pavet. Mal feitos e esburacados. E isso acaba nos obrigando a ir para a rua. Não temos alternativa, ou a gente corre  risco de atropelamento na rua ou de levar um tombo nas calçadas. Sugiro que Curitiba adote um material padrão para as calçadas atendendo a acessibilidade de todos”,  disse.

     O convite a Mesquita foi solicitado pela bancada do PSC, composta pelos vereadores Ailton Araújo, Bruno Pessuti, Carla Pimentel, Mestre Pop, Rogério Campos e Tiago Gevert.

    Ricardo Mesquita ministra palestras sobre acessibilidade, dá aulas sobre o assunto em cursos de formação de cuidadores de idosos e de Capacitação em Acessibilidade.

    É Perito Judicial para assuntos de Acessibilidade Arquitetônica junto á Vara da Infância e Juventude, Consultor de Acessibilidade junto ao Ministério Público Estadual, Inspetor e Instrutor do Curso de Capacitação em Acessibilidade dos Fiscais do CREA – Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura.

    Há mais de 20 anos, Ricardo Mesquita é um apaixonado pelo tema da acessibilidade. Sua missão na vida, diz ele, é tornar as cidades mais acessíveis. Quer fazer de Curitiba a cidade mais acessível do Brasil!!

    Na década de 80, ele sofreu um acidente de moto que o colocou em uma cadeira de rodas. E na década de 90 e início de 2000 foi a vez do filho dele, Rafael, se tornar cadeirante, por causa de uma grave infecção bacteriana.

    Depois de cirurgias e tratamentos, ambos voltaram a andar. Por causa das dificuldades enfrentadas, ele começou a perceber todos os entraves para quem é portador de alguma necessidade especial.

    Desde lá, não parou mais de lutar a favor da acessibilidade. Mesquita foi candidato a vice-prefeitos, na candidatura de Ratinho Jr como prefeito, nas últimas eleições municipais.

    Publicado por jagostinho @ 16:11



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.