Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 17jul
    Coronel Anselmo tinha 46 anos e morreu vítima de um tumor no cérebro

    Coronel Anselmo tinha 47 anos e morreu vítima de um tumor no cérebro

    [email protected]

    Morreu na última madrugada (17) em Curitiba, aos 47 anos, o coronel Anselmo José de Oliveira, ex-chefe da Casa Militar (2003-2008) e ex-comandante da Polícia Militar do Paraná (2008-2009).

    Atualmente, Anselmo coordenava o escritório do senador Roberto Requião ((PMDB/PR) no Paraná. Deixa viúva Waleska Agibert, com quem teve um filho, Alexandre.

     “Recebo com muita tristeza e dor a notícia do falecimento do nosso companheiro Anselmo. Meu amigo e meu irmão, grande comandante da PMPR. Exemplo de correção e decência”, declarou Requião.

    Anselmo trabalhou com Requião por muitos anos e o senador costuma dizer que “marchavam juntos porque temos coincidência de ideias”.

    Durante a solenidade de posse no comando geral da Polícia Militar do Paraná, em 2008, Anselmo não usou a farda oficial para a cerimônia, mas vestia o mesmo uniforme usado pelos policiais militares que atuam no policiamento preventivo e ostensivo diariamente.

    “Preferi vir com esse uniforme para mostrar à população que minha intenção é a área operacional. Estamos voltados para atender o cidadão”, explicou.

    Em toda sua carreira militar, Anselmo trabalhou no conceito de polícia cidadã, idealizando projetos como a Patrulha Escolar e o Bombeiro Comunitário.

    Assim que assumiu o comando geral da Polícia Militar do Paraná anunciou o início da Operação Escudo no Paraná .

    “São projetos que potencializam fundamentalmente a presença da polícia nas cidades e melhoram a qualidade do atendimento da população”, explicou à época.

    “Era uma pessoa espetacular, com quem convivi durante mais de 12 anos diariamente. Tinha na lealdade a sua principal característica. Nunca abandonou seus ideais e seus companheiros. A sua luta contra a doença foi digna, pois nunca se queixou nem se lamentou, somente lutou pela vida. Infelizmente nos perdemos o amigo Anselmo e a PM perdeu um de seus mais íntegros oficiais de todos os tempos”, disse Luiz Fernando Delazari, ex-secretário de Segurança do Paraná.

    EM TEMPO:- O velório está marcado para começar às 16h, nesta quarta-feira, 17, na Associação da Vila Militar, na Rua Santo Antônio, 100, Bairro Rebouças.

    O Sepultamento será amanhã, quinta-feira, às 10h, no Cemitério Jardim da Saudade, no Portão.

    Publicado por jagostinho @ 12:51



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.