Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 03jul

    UCHO.INFO

    corrupcao_15Há dias, o ucho.info ouviu de um integrante da CPMI da Petrobras que está “morta” a comissão mista criada no Congresso Nacional para investigar os escândalos que tiveram a petroleira como palco.

    Essa disposição de enterrar a CPMI, impedindo que a verdade seja apurada, vem do próprio governo de Dilma Vana Rousseff e do PT, que detêm o controle d o colegiado.

     

    Como antecipamos, o presidente da CPMI da Petrobras, que também preside a CPI exclusiva criada no Senado, tem cumprido à risca as ordens palacianas.

    Candidato ao governo da Paraíba, o senado Vital do Rêgo é mais um parlamentar que presta um enorme desserviço ao País ao dificultar o avanço das investigações.

    Essa manobra faz parte de um acordo selado com o Palácio do Planalto para que o PT não apenas deixasse de lançar candidato ao governo paraibano, mas também apoiasse a candidatura de Vital do Rêgo.

    Nesta quarta-feira (2), mais uma vez a CPMI da Petrobras foi palco de uma sessão frustrada, pois a tropa de choque palaciana agiu com antecedência para que isso acontecesse.

    Não houve quorum para a abertura da sessão, apesar de parlamentares governistas terem sido vistos nos corredores e nos restaurantes do Congresso.

    Avançar com as investigações faz-se necessário, pois crescem os escândalos envolvendo a Petrobras.

    O Tribunal de Contas da União (TCU), por exemplo, sugere a devolução de US$ 873 milhões referentes à compra da refinaria de Pasadena, no Texas, que serviu até agora como moeda e troca para comprar o silêncio de pessoas que sabem demais acerca dos casos de corrupção com a chancela estelar do PT.

    Fora isso,a Polícia Federal prendeu o executivo João Procópio Prado, acusado de gerenciar no exterior algumas das contas bancárias pertencentes ao doleiro Alberto Youssef, preso durante a Operação Lava-Jato.

    Autoridades suíças bloquearam US$ 5 milhões em contas administradas por Prado.

    Diante de tantos escândalos, além de outros que estão a caminho, a CPMI deveria trabalhar em ritmo acelerado para aprovar as centenas de requerimentos que dormitam na secretaria da Comissão, começando pelo de quebra de sigilos.

    Ao contrário, a CPMI da Petrobras, cada vez mais estagnada, tinha na fracassada sessão desta quarta-feira apenas oito membros presentes, quando o mínimo necessário é dezessete.

    Publicado por jagostinho @ 10:47



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.