Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 12ago

    Thais Kaniak  Do G1 PR

    Professores se reuniram na praça Eufrásio Correia na manhã desta segunda (11) (Foto: Reprodução/RPCTV)

    Professores se reuniram na praça Eufrásio Correia na
    manhã desta segunda (11) (Foto: Reprodução/RPCTV)

    Professores municipais da capital paranaense decidiram manter a greve, que começou na manhã desta segunda-feira (11), após uma assembleia realizada por volta das 16h desta segunda, de acordo com o Sindicato dos Servidores do Magistério Municipal de Curitiba (Sismmac).

    O sindicato informou ao G1 que a greve foi mantida porque “a administração não quis negociar de verdade”.

    A categoria foi recebida por representantes da prefeitura no início da tarde.

    A mobilização é um protesto contra o cronograma do novo Plano de Carreira.

    Segundo o sindicato, aproximadamente 5 mil professores paralisaram as atividades durante a manhã e 4 mil à tarde, atingindo 70% das escolas.

    Já prefeitura informou que, nesta tarde, 37% das escolas municipais ficaram fechadas e 35.885 crianças não tiveram aula nesta segunda-feira.

    Ainda nesta tarde, 2.628 professores pararam às atividades, de acordo com a administração municipal. Este número equivale a 48% dos professores do turno da tarde.

    A reunião durou aproximadamente uma hora e meia e, conforme a Prefeitura de Curitiba, participaram representantes dos professores; a secretária municipal de Recursos Humanos, Meroujy Cavet; a secretária municipal de Educação, Roberlayne Roballo; e o secretário do Governo Municipal, Ricardo Mac Donald Ghisi.

    A administração municipal pede que os representantes da categoria apontem uma solução para a implementação imediata do novo plano de carreira do magistério municipal.

    Segundo a prefeitura, o impacto para esta implantação imediata é de R$ 90 milhões. A administração municipal reforçou que continua aberta às negociações.

    Ao todo, são 12 mil professores e 100 mil alunos da rede pública municipal de ensino. A greve atinge escolas do ensino fundamental – basicamente escolas de 1ª a 5ª série, algumas com turmas até a 9ª série, ainda de acordo com a prefeitura.

    Conforme o Sismmac, a partir das 10h de terça-feira (12), os professores devem se reunir em frente à Câmara Municipal com a expectativa de serem recebidos pelos vereadores.

    A diretora Sismmac Viviane Busato havia afirmado que o principal motivo para a deflagração da greve é o prazo de implantação do novo plano de carreira do magistério municipal previsto do projeto de lei que tramita na Câmara de Vereadores desde julho deste ano.

    “A minuta do projeto de lei no artigo 17 fala em 27 meses para implantação e não foi este o prometido em março deste ano. Nós esperamos que a prefeitura reduza este prazo. A nossa pauta é para que o plano seja aplicado em janeiro de 2015”, disse a diretora.

    Por meio de nota oficial, a Secretaria de Educação garantiu estar à disposição para o diálogo com os professores em torno do plano de carreira. A administração pública destaca que o plano que está na Câmara, se aprovado, corrigirá em dois anos distorções acumuladas ao longo das últimas duas décadas.

    Outra greve

    Este é o segundo movimento grevista da categoria neste ano.

    Em março, as atividades escolares das crianças curitibanas também foram comprometidas pela paralisação que tinha como foco as discussões em torno do plano de carreira.

     

    ********

     

    COMENTÁRIO DO BLOGUEIRO: Para um prefeito que, durante a campanha, em 2010, demagogicamente, declarou que, ao final do seu mandato seria reconhecido como “prefeito da educação”, parece que as mirabolantes estratégias eram todas conversas para o boi dormir.

    Uma pena, pois os curitibanos acreditaram num dissimulado e incompetente que será, isto sim, reconhecido, ao final do seu mandato, como o pior prefeito de Curitiba de todos os tempos.

    Publicado por jagostinho @ 09:32



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Uma resposta

WP_Cloudy
  • LEO Disse:

    Jota não seja carrasco com o GUGA, todos sabem que ele assumiu a prefeitura quebrada pelo betinho e luciano . Os professores q voltem a sala de aula q o REQUIão ajudara o municipio de Curitiba como sempre fez, VOLTA REQUIÃO

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.