Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 18ago

    FOLHA.COM/ÁS 02:30 – 18/08/2014

    dilma marina aécio

    Marina Silva (PSB) entra na disputa pela Presidência com 21% das intenções de voto.

    Segundo o Datafolha, ela larga em segundo lugar na corrida presidencial, um ponto à frente de Aécio Neves (PSDB) –o que os coloca em situação de empate técnico– e 15 pontos atrás de Dilma Rousseff, candidata à reeleição pelo PT.

    Inicialmente inscrita como vice na chapa de Eduardo Campos, o presidenciável do PSB morto no último dia 13, a ex-ministra tem um desempenho que afasta a chance de a eleição ser resolvida no primeiro turno.

    Já na simulação de segundo turno, Marina, que deve ser oficializada candidata na quarta-feira (20), fica numericamente à frente de Dilma, com 47% das intenções de voto contra 43% da presidente.

    É uma situação de empate técnico nos limites máximos da margem de erro, que é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

    Contra Aécio, Dilma venceria o segundo turno por 47% a 39%. Nesse caso, os oito pontos de diferença representam uma ampliação da vantagem da petista. Em meados de julho, o cenário era de 44% a 40% (empate técnico).

    A hipótese de conclusão da eleição no primeiro turno é afastada porque Marina surgiu com quase o triplo das intenções de voto em Campos (8%), porém sem provocar alteração nas taxas dos rivais mais competitivos.

    Com Campos no páreo, Dilma também tinha 36%. Aécio alcançava os mesmos 20%.

    Na comparação direta entre o cenário atual, com Marina, e o cenário anterior, com Campos, caíram de forma notável os percentuais de eleitores sem candidato.

    Intenções de voto nulo ou em branco eram 13%. Com Marina candidata, essa taxa recuou para 8%. Indecisos eram 14% e agora são 9%.

    Vários analistas apresentaram Marina como possível herdeira de um grupo crescente de eleitores descontentes com o sistema político. Nos protestos de junho de 2013, um sentimento de rejeição aos partidos ficou explícito.

    Os dados da atual pesquisa combinam com esse tipo de interpretação. Muitos que pensavam em fazer um voto de protesto (anular), ou estavam com dificuldade para escolher, vão de Marina se essa opção estiver ao alcance.

    Outra informação que reforça essa tese aparece na simulação de primeiro turno da atual pesquisa sem o nome de Marina no cartão de resposta –situação que seria possível caso o PSB deixasse de lançar a ex-ministra de Lula e abrisse mão da candidatura própria.

    Nesse cenário, Dilma venceria a eleição já no primeiro turno com 41% (oito pontos a mais que a soma de seus rivais). Mas o percentual de eleitores sem candidato continuaria alto: 13% de brancos e nulos, 12% de indecisos.

    Um conjunto de dados da atual rodada do Datafolha sugere que a entrada de Marina na disputa ocorre num momento de recuperação de Dilma.

    Além da ampliação de sua vantagem sobre Aécio no teste de segundo turno, a avaliação do governo melhorou, sua taxa de rejeição oscilou para baixo (35% para 34%), e as intenções de voto espontâneas com seu nome oscilaram para cima (22% para 24%).

    O Datafolha ouviu 2.843 eleitores em 176 municípios nos dias 14 e 15 de agosto. 

    Editoria de Arte/Folhapress

    Publicado por jagostinho @ 02:50



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

2 Respostas

WP_Cloudy
  • LEO Disse:

    Esta pesquisa tem que ser vista com muita cautela, pois o salto de Marina, esta ancorado infelizmente , no cadaver de Eduardo Campos . Como cabeça de chapa, ela vai começar a ter o desgaste natural de uma candidatura atipica; não se pode esquecer que ela é filhote do LULA que esta firme com a Dilma. Em termos regionais quem mais vai ganhar é sem duvida o grande ROBERTO REQUIÃO , que deve assumir logo o governo pois o estado ja esta meio quebrado e logo vai quebrar tudo. ..

  • getulio vargas Disse:

    Parabéns ao LEO – concordo que a Marina além de ser ligada ao Roberto vai consolidar a sua liderança para a vitória definitiva. Requião novo governador. Discordo em relação ao achar que a Marina está ancorada no cadáver do Campos, pois a meu ver ele é que estava ancorado nela que em 2010 fez mais de 20 milhões de votos e com ele vivo permaneceria em terceiro e hoje ela já está nas cabeças.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.