Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 27ago

    UOL/POLÍTICA

    A candidata do PSB à Presidência, Marina Silva, aparece em segundo lugar na pesquisa CNT (Confederação Nacional do Transporte), feita pelo instituto MDA, divulgada nesta quarta-feira (27).

    Marina está a seis pontos da presidente Dilma Rousseff (PT), que mantém a liderança na corrida ao Palácio do Planalto.

    De acordo com a pesquisa, Marina tem 28,2% das intenções de voto no primeiro turno. Dilma aparece em primeiro com 34,2% e, em terceiro lugar, está o senador Aécio Neves (PSDB), com 16% das intenções de votos.

    A margem é erro da pesquisa é de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

    Em quarto lugar, aparece Pastor Everaldo (PSC) com 1,3% dos votos.

    Os demais candidatos não registraram 1% das intenções de votos. Os brancos e nulos somam 8,7 e 10,4% dos entrevistados não responderam.

    A presidente teve queda em relação à pesquisa CNT divulgada no começo de agosto, quando Dilma alcançou 36,2% dos votos no primeiro turno.

    Na mesma pesquisa, que ainda tinha Eduardo Campos como candidato, Aécio registrou 22,1% dos votos.

    Na pesquisa espontânea, em que os nomes dos candidatos não são apresentados aos eleitores, a pesquisa CNT mostra Dilma em primeiro lugar com 26,4% dos votos, seguida por Marina, com 18,6% e Aécio, com 11,3%.

    A pesquisa da CNT confirma o cenário diagnosticado pelo Ibope, divulgado nesta terça-feira (26) pelo jornal “O Estado de S. Paulo” em parceria com TV Globo, que mostra Dilma com 34% das intenções de votos no primeiro turno, seguida por Marina, com 29%, e Aécio, com 19% dos votos.

    Foram entrevistadas 2.002 pessoas, em 137 municípios das cinco regiões, entre os dias 21 e 24 de agosto de 2014. A pesquisa foi registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número 00400/2014.

    Editoria de Arte/Folhapress

    VOTOS DE CAMPOS

    Campos morreu em acidente aéreo no dia 13 de agosto, o que levou o PSB a indicar Marina, vice na chapa de Campos, para a disputa.

    A pesquisa mostra que 78,2% dos eleitores consideram que a comoção em torno da morte de Campos poderá mudar votos da população, contra 18,6% que não veem mudanças no cenário da disputa à Presidência.

    Marina Silva é apontada por 64,9% dos eleitores como a candidata que vai herdar os votos de Campos, contra 11,5% para Dilma e 6,7% para Aécio Neves.

    SEGUNDO TURNO

    Nas simulações de segundo turno, Dilma perderia no confronto direto com Marina Silva.

    A candidata do PSB recebeu 43,7% das intenções de votos, enquanto Dilma alcançou 37,8%.

    No cenário com Aécio Neves, Dilma venceria com 43% dos votos contra 33,3% recebidos pelo candidato do PSDB.

    Na pesquisa do começo de agosto, Dilma venceria com 41,8% na disputa com Aécio, que caiu 0,6 pontos percentuais no segundo turno –já que ele tinha registrado 33,9% no levantamento do começo de agosto.

    Na disputa entre Marina e Aécio, a candidata do PSB receberia 48,9% dos votos, enquanto o candidato do PSDB. 25,2%.

    Segundo o levantamento, 55,2% dos eleitores não consideram que as posições de Marina em defesa do meio ambiente podem afetar o desenvolvimento do país, contra 29,7% que acreditam nesse impacto.

    Editoria de Arte/Folhapress

    REJEIÇÃO

    A pesquisa mostra Dilma como a candidata com maior rejeição dos eleitores. No total, 45,5% dos entrevistados responderam que não votariam “de jeito nenhum” na candidata do PT.

    Aécio teve a rejeição de 40,4% dos eleitores, enquanto Marina é quem tem a maior simpatia do eleitorado: 29,3% afirmaram não votar na candidata do PSB “de jeito nenhum”.

    Segundo a pesquisa, 72,95% dos eleitores não pretendem mudar o voto até o dia da eleição, enquanto 26% admitem mudanças.

    Entre os que já têm os votos definidos, a maioria declarou apoio a Dilma: 76,9%.

    Marina lidera entre os indecisos.

    A candidata do PSB foi lembrada por 28,8% dos eleitores que ainda vão escolher seu candidato, enquanto Dilma foi mencionada por 22,6% e Aécio por 20,7%.

    HORÁRIO ELEITORAL

    Segundo a pesquisa, 61% dos entrevistados não acompanharam o horário eleitoral no rádio e na TV, que teve início no dia 19 de agosto. Outros 39% declararam acompanhar os programas.

    Dilma foi apontada por 32,3% dos entrevistados como a candidata que obteve o melhor desempenho no horário eleitoral, seguida por Marina, com 19,4%, e Aécio com 18,1%.

    A maioria dos entrevistados (41,5%), porém, afirma que o horário eleitoral não terá influência em seu voto.

    A pesquisa também mostra que 47,7% dos eleitores não têm acesso a redes sociais e, entre os 52,3% que acessam essas ferramentas, 73,8% não confiam na veracidade das informações divulgadas sobre política. 



    Publicado por jagostinho @ 19:45



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.