Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 21nov

    Do portal Spotniks

    Não é novidade para ninguém que o Brasil tem um problema grave de infraestrutura. Diante dessa questão, o que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) faz?

    Financia portos, estradas e ferrovias – não exatamente no Brasil, mas em diversos países ao redor do mundo.

    Desde que Guido Mantega deixou a presidência do BNDES, em 2006, e se tornou Ministro da Fazenda, em 2006, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social tornou-se peça chave no modelo de desenvolvimento proposto pelo governo.

    Desde então, o total de empréstimos do Tesouro ao BNDES saltou de R$ 9,9 bilhões — 0,4% do PIB — para R$ 414 bilhões — 8,4% do PIB.

    Alguns desses empréstimos, aqueles destinados a financiar atividades de empresas brasileiras no exterior, eram considerados secretos pelo banco.

    Só foram revelados porque o Ministério Público Federal pediu na justiça a liberação dessas informações.

    Em agosto, o juiz Adverci Mendes de Abreu, da 20.ª Vara Federal de Brasília, considerou que a divulgação dos dados de operações com empresas privadas “não viola os princípios que garantem o sigilo fiscal e bancário” dos envolvidos.

    A partir dessa decisão, o BNDES é obrigado a fornecer dados sobre que o Tribunal de Contas da União, o Ministério Público Federal e a Controladoria-Geral da União (CGU) solicitarem.

    Descobriu-se assim uma lista com mais de 2.000 empréstimos concedidos pelo banco desde 1998 para construção de usinas, portos, rodovias e aeroportos no exterior.

    Eis alguns deles:

    Aeroporto de Nacala (Moçambique)

    Valor da obra – US$ 200 milhões ($125 milhões por parte do BNDES

    aeroporto nacala

    Aqueduto de Chaco (Argentina)

    Valor da obra – US$ 180 milhões do BNDES

    aqueduto chaco

    Soterramento do Ferrocarril Sarmiento (Argentina)

    Valor – US$ 1,5 bilhões do BNDES

    ARGENTINA

    Autopista Madden-Colón (Panamá)

    Valor da obra – US$ 152,8 milhões

    autopista panama_11

    Barragem de Moamba Major (Moçambique)

    Valor da obra – US$ 460 milhões (US$ 350 milhões por parte do BNDES)

    barragem mocambique

     

    Hidroelétrica de Chaglla (Peru)

    Valor da obra – US$ 1,2 bilhões (US$ 320 milhões por parte do BNDES)

    chaglla

    Hidrelétrica de San Francisco (Equador)

    Valor da obra – US$ 243 milhões

    hidreletrica sanfrancisco-equador

    Hidrelétrica Manduriacu (Equador)

    Valor da obra – US$ 124,8 milhões (US$ 90 milhões por parte do BNDES)

    manduriacu

    Linhas 3 e 4 do Metrô de Caracas (Venezuela)

    Valor da obra – US$ 732 milhões

    Metro-de-Caracas

    Metrô Cidade do Panamá (Panamá)

    Valor da obra – US$ 1 bilhão

    panama-Metro

    Segunda ponte sobre o rio Orinoco (Venezuela)

    Valor da obra – US$ 1,2 bilhões (US$ 300 milhões por parte do BNDES)

    ponte-rio-orinoco

    Porto de Mariel (Cuba)

    Valor da obra – US$ 957 milhões (US$ 682 milhões por parte do BNDES

    porto-mariel-cuba

    Hidrelétrica de Tumarín  (Nicarágua)

    Valor da obra – US$ 1,1 bilhão (BNDES US$ 343 milhões)

    tumarin

    Como estes, existem mais de 3000 empréstimos concedidos pelo BNDES no período de 2009-2014.

    Conforme mencionado acima, o BNDES não fornece os valores… ainda.

    Publicado por jagostinho @ 13:32



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.