Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 27nov

    A campanha da Chapa Coxa Maior, oposição na eleição do Coritiba marcada para o dia 13 de dezembro, segue crescendo de forma acelerada.

    Em evento realizado na noite de terça-feira no Espaço Torres, cerca de mil sócios do Coritiba foram apresentados aos integrantes do G5.

    Discursaram e foram aplaudidos pelos presentes o candidato a presidente Rogério Portugal Bacellar e os companheiros André Luiz Macias, Ernesto Pedroso e Ricardo Guerra, além do indicado para a presidência do Conselho, Pierpaolo Petruzziello.

    Apenas Gilberto Griebeler não pôde estar presente por causa do atraso em um voo.

    Bacellar voltou a falar sobre pilares da administração proposta pelo grupo, como transparência, gestão compartilhada, reforma estatutária, valorização patrimonial e das categorias de base.

    “Queremos um Coritiba transparente. Todo associado, todo torcedor tem o direito de saber quanto cada jogador custou, por quanto foi vendido”, disse, lembrando o compromisso número 1 do Plano de Metas, que levará à criação do Portal da Transparência Coxa-Branca.

    A imediata reestruturação do futebol profissional e a experiência de Ernesto Pedroso para conduzi-la.

    “Hoje temos um clube inchado. São 400 funcionários, 85 jogadores, e não se dá a atenção devida às categorias de base. O Pedroso sabe muito bem como reorganizar o futebol”.

    Em um dos momentos mais emocionantes, Ernesto Pedroso, ex-diretor de futebol (1972 a 77) e vice-presidente de futebol (1981-82 e 2010-12) lembrou que um dos momentos mais tristes de sua vida foi deixar o clube há pouco mais de dois anos por divergências com a atual administração.

    “Não concordei com o rumo que deram depois de termos chegado a duas finais da Copa do Brasil. A história mostrou quem estava certo. Nos últimos dois anos brigamos muito para não cair. Tá na hora de voltar para colocar a casa em ordem”, discursou Pedroso.

    As propostas da Coxa Maior seguirão sendo apresentadas por meio de textos e vídeos nos canais oficiais. Também estão sendo agendadas entrevistas com os integrantes da chapa em grandes veículos de comunicação.

    Apoio

    Além do interesse demonstrado pelos sócios, a chapa ganhou a adesão de mais ex-jogadores.

    Além de Serginho Prestes e Tobi, que já haviam declarado apoio na semana passada, subiram ao palco também Rafael, Heraldo e Gil (companheiros de Tobi no título brasileiro de 1985) e Ronaldo (companheiro de Serginho no título paranaense de 1989).

    O meia Rafinha, que defendeu o Alviverde entre 2010 e 2013, e Carlos Alberto Dias, outro do time de 1989, também já disseram estar ao lado da Coxa Maior.

    A campanha cresce também nas redes sociais. Na manhã desta quarta-feira a página da chapa no Facebook já estava perto de atingir a marca de 5 mil curtidas.

    Assessoria de Comunicação da Chapa Coxa Maior

    Publicado por jagostinho @ 13:07



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.