Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 02fev

    GAZETA DO POVO – JOSÉ MARCOS LOPES

     APERTO FINANCEIRO

    Dívida da prefeitura de Curitiba com fornecedores é de R$ 282 mi

    Foto:- André Rodrigues/Gazeta do Povo/ Arquivo

    André Rodrigues/Gazeta do Povo/ Arquivo / Varredor de rua: limpeza da cidade esteve ameaçada em janeiro

    Varredor de rua: limpeza da cidade esteve ameaçada em janeiro
    Greve do ônibus, que começou por causa da falta de pagamento de R$ 5 milhões, tornou evidentes os problemas de caixa do município

    A greve do transporte coletivo de Curitiba, na semana que passou, foi desencadeada por uma dívida de R$ 5 milhões da prefeitura com empresas que prestam o serviço.

    As companhias não pagaram motoristas e cobradores e eles deflagraram a paralisação.

    Embora o município alegue que não pagou porque o governo estadual não havia repassado R$ 16 milhões de sua contribuição ao sistema, a greve tornou ainda mais evidente os problemas de caixa do município – que tem hoje uma dívida de R$ 282 milhões com fornecedores.

    A expectativa da administração municipal é quitar a maior parte da dívida até o fim deste ano.

    Segundo a assessoria da Secretaria Municipal da Fazenda, os valores já foram negociados e estão sendo pagos em parcelas.

    O valor seria a soma de restos a pagar deixados pela administração anterior, do ex-prefeito Luciano Ducci (PSB), com dívidas contraídas pela atual gestão.

    Em maio do ano passado, em apresentação na Câmara de Curitiba, a secretária de Finanças, Eleonora Fruet, disse que a gestão de Gustavo Fruet (PDT) herdou uma dívida de R$ 572 milhões da administração Ducci.

    Até o fim de abril de 2014, segundo Eleonora, R$ 292 milhões haviam sido pagos.

    Em 2013, disse ela, foram pagos R$ 264 milhões em dívidas da gestão Ducci.

    Prefeito em 2011 e 2012, Luciano Ducci nega ter deixado dívidas para a gestão seguinte.

    Ouvido pela Gazeta do Povo quando Eleonora fez a apresentação aos vereadores, Ducci disse ter deixado em caixa um valor acima de R$ 572 milhões.

    A despeito da troca de acusações políticas, a crise de caixa tem gerado situações difíceis para a prefeitura.

    Na primeira semana de janeiro, o Instituto Curitiba de Informática (ICI), que presta serviços para ao município, informou seus funcionários que eles receberiam o salário com atraso porque a prefeitura não havia feito pagamentos devidos.

    Segundo o ICI, a dívidachega a R$ 70 milhões. A prefeitura diz que o valor é menor, mas não revela o total.

    No dia 16, a Cavo (empresa responsável pela coleta de lixo na cidade) ameaçou interromper o serviço por falta de pagamento da prefeitura.

    A prefeitura teria deixado atrasado o pagamento em mais de 90 dias.Segundo a Cavo, a dívida do município chegava a R$ 120 milhões e teria começado na gestão Ducci.

    A prefeitura não informou o valor que deve à Cavo.

    Apesar disso, após uma reunião no dia 20, a paralisação foi descartada.

    Publicado por jagostinho @ 09:12



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.