Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 27fev

    GAZETA DO POVO – CHICO MARÉS

    Curitiba fechou 2014 sem dinheiro para pagar todas as obrigações financeiras

     

    Por um lado, a prefeitura registrou queda na arrecadação e na taxa de investimentos. Por outro, viu a dívida líquida crescer

    Lucas Pontes/Gazeta do PovoFaixa de protesto na prefeitura durante manifestação no início do mês: quase todos os indicadores financeiros do município pioraram. | Lucas Pontes/Gazeta do Povo

    Faixa de protesto na prefeitura durante manifestação no início do mês: quase todos os indicadores financeiros do município pioraram

    A secretária de Finanças de Curitiba, Eleonora Fruet, deve prestar contas nesta sexta-feira (27), em audiência pública na Câmara Municipal, a partir das 9 horas.

    Pelos números apresentados no balanço orçamentário do último bimestre de 2014, o cenário é pouco animador. A prefeitura fechou o ano com apenas R$ 30,7 milhões de disponibilidade de caixa líquida.

    Pior: nos chamados recursos livres, faltou a quantia de R$ 145,1 milhões para fechar as contas. Os dados relativos à receita corrente, taxa de investimento e dívida também são preocupantes.

    Segundo o balanço, a prefeitura tinha R$ 472,5 milhões em caixa no final de 2014, e R$ 441,7 milhões em obrigações a serem pagas. Isso significa uma disponibilidade líquida de R$ 30,7 milhões.

    Entretanto, esses números juntam recursos vinculados, as chamadas “verbas carimbadas”, e recursos não vinculados, ou livres.

    Nas verbas “carimbadas”, a prefeitura até apresentava uma certa folga – cerca de R$ 175,9 milhões. Mas a folga é relativa: alguns fundos importantes, como o Fundo Municipal de Saúde e o Fundo de Urbanização de Curitiba, estavam no vermelho – faltavam, respectivamente, R$ 30 milhões e R$ 33 milhões.

    Em recursos livres, usados para a maioria das obrigações da prefeitura, o cenário era oposto: a prefeitura tinha R$ 26,6 milhões e precisava de R$ 171,8 milhões para cumprir suas obrigações – um déficit de R$ 145,1 milhões.

    Isso significa, de maneira resumida, que a prefeitura até tem dinheiro, mas não pode usá-lo por questões legais.

    O cenário é bastante parecido com o exercício de 2012, último ano de Luciano Ducci (PSB) como prefeito.

    Na época, ele deixou R$ 155,1 milhões em recursos livres no caixa da prefeitura, mas ficaram também R$ 289,6 milhões em obrigações. Naquele ano, a disponibilidade líquida foi de R$ 33,5 milhões.

    Receita e investimento

    Em 2014, a receita corrente da prefeitura ficou abaixo do que foi orçado inicialmente (96,2%). A expectativa era arrecadar R$ 6,3 bilhões, mas efetivamente entraram no caixa R$ 6,1 bilhões.

    Tanto as receitas tributárias quanto as transferências recebidas de outros entes governamentais estiveram abaixo do previsto. Não chega a ser uma situação inédita: em 2013, a prefeitura arrecadou 95,6% do que esperava.

    Já a taxa de investimento quebrou recordes negativos. Apenas 2,1% das despesas foram com obras ou aquisição de bens permanentes.

    Desde 2009, essa taxa oscilava entre 4,7% e 6% – a exceção foi 2010, quando foi investido apenas 2,9%. Em relação ao que foi orçado, a queda foi brutal: de 35,9% em 2013 para 9,7% em 2014.

    Desde 2009, a prefeitura nunca investiu tudo o que era previsto. O melhor desempenho foi em 2009, quando foi investido 62% do orçado.

    A reportagem tentou entrar em contato com a secretária de Finanças, mas a assessoria informou que Eleonora Fruet estava fechando os últimos detalhes da apresentação desta sexta.

    Ela se comprometeu a explicar os dados na audiência pública.

    COMENTÁRIO DO BLOGUEIRO :- Será que a culpa toda será, de novo, do Luciano Ducci, ou como Fruet é aliado do PT, pode ser que a culpa seja do FHC ????



    Publicado por jagostinho @ 09:12



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.