Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 29abr

    TRIBUNA DO PARANÁ –  Samuel Bittencourt

    Tatuquara – Lixo pra todo lado

     

    Às margens do Rio Barigui, os moradores do Tatuquara precisam conviver com as dificuldades trazidas pelas enchentes.

    Ao lado da recém-inaugurada Reserva do Bugio, a população se queixa da sujeira que toma conta da região e do descaso com o bairro.

    A Rua Pedro Prosdócimo é um exemplo da situação que se encontra o Tatuquara. Com montanhas de lixo espalhadas pelas calçadas, ruas e praças, o problema se agrava em dias de chuva.

    “Todo lixo que despejam aqui é arrastado para o rio. Em alguns casos, as manilhas ficam entupidas, o que facilita ainda mais para alagar a rua e as casas”, conta Jussara Aparecida Correia.

    Moradores do Tatuquara, como Jussara, reclamam da sujeira que toma conta das ruas do bairro. Foto: Felipe Rosa

    Moradores do Tatuquara, como Jussara, reclamam da sujeira que toma conta das ruas do bairro. Foto: Felipe Rosa

     

    Moradora da região, Jussara conta que pessoas vêm de diversos lugares para utilizar a região como ponto para descarte de lixo. “Realmente algumas pessoas do bairro trabalham com material reciclado e já percebemos esse tipo de atitude.

    Mas também já vimos motoristas com placa de Araucária vindo aqui apenas pra descarregar entulhos”, relata.

    Segundo Jussara, mesmo após entrar em contato por sete vezes com a prefeitura, a situação permanece igual.

    “Tento resolver pelo telefone 156, porém não entendo. Eles instalam uma reserva ambiental em uma região que necessita de atenção urgente na limpeza”, argumenta.

    População se queixa da sujeira. Foto: Felipe Rosa.

    População se queixa da sujeira. Foto: Felipe Rosa.

     

    De acordo com a prefeitura, nos próximos 20 dias será realizado um mutirão para limpeza do local.

    Na nota, a prefeitura pede compreensão à população para não descartar resíduos de construção e lixo nas margens dos rios e terrenos baldios.

    “A Secretaria do Meio Ambiente faz o recolhimento gratuito de até cinco carrinhos de mão de resíduos da construção civil e dez carrinhos de mão para resíduos vegetais, mediante solicitação de coleta pelo serviço 156. Para quantidades maiores, é necessário contratar uma empresa especializada”, informa.

    Segundo a administração municipal, o problema principal é a reincidência do depósito irregular, sendo que na maioria dos casos, em menos de duas semanas após a operação de limpeza realizada pelas equipes da prefeitura, o local está novamente lotado de lixo e entulhos.

    Asfalto pingado

    Os 200 metros da Rua João Enéas Ramos de Sá que dão acesso à Reserva do Bugio, recém-inaugurada, ganharam asfalto novo.

    A via era toda de saibro. Porém outros dois trechos da mesma rua continuam à espera da pavimentação definitiva. As obras se arrastam desde 2013, como a Tribuna já mostrou em várias reportagens.

    Segundo a prefeitura, em um dos trechos foi feita drenagem e base (150 metros de cada lado), que aguardam apenas a capa asfáltica.

    No outro, de 500 metros, a drenagem está pronta e a base, em execução.

    O prazo de conclusão não foi divulgado.



    Publicado por jagostinho @ 17:58



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.