Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 04dez

    EFE

     

    Teste para HIV chegará às farmácias brasileiras no ano que vem

     

    Até o momento, só é possível realizar exames de HIV em laboratórios, centros de referência e unidades de testagem móvel

     

     

     

    Ativistas participam de uma manifestação em Jacarta, na Indonésia, para marcar a comemoração do Dia Mundial de Combate à AIDS
    É importante ressaltar que, como em um teste de gravidez, caso o resultado do autoteste dê positivo, é preciso ir a um centro de referência e fazer um exame definitivo para confirmar o resultado(Fully Handoko/EFE)

     

    O autoteste para detecção do HIV deverá estar disponível nas farmácias brasileiras no primeiro semestre do ano que vem.

    O anúncio foi feito nesta terça-feira pelo Ministério da Saúde. Até o momento, só é possível realizar testes de HIV em laboratórios, centros de referência e unidades de testagem móvel.

    “Espera-se que, até o final do primeiro semestre do ano que vem, qualquer brasileiro possa comprar seu teste de HIV na farmácia”, disse Fábio Mesquita, diretor do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde.

    É importante ressaltar que, como em um teste de gravidez, caso o resultado seja positivo, é necessário ir a um centro de referência e fazer um exame definitivo para confirmação.

    Apesar da facilidade, a disponibilização do autoteste de HIV para a população tem causado discussão.

    Em diversos países especialistas temem que os falso-positivos e falso-negativos confundam ou tragam prejuízos aos pacientes.

    Queda na taxa de detecção 

    Segundo dados do Boletim Epidemiológico de HIV, divulgados nesta segunda-feira, a taxa de detecção de HIV caiu 5,5%, de 2013 para 2014, sendo a maior redução dos últimos 12 anos.

    De acordo com Marcelo Castro, ministro da Saúde, apesar da queda na taxa de detecção, há uma preocupação com o aumento do número de novos casos entre os jovens.

    “Nos preocupa a situação dos jovens. A aids precisa ser encarada com a seriedade devida”, disse o ministro.

    O Ministério da Saúde estima que, no Brasil, existam aproximadamente 781 mil pessoas vivendo com HIV, das quais 83% foram diagnosticadas.

    A meta do governo, até 2020, é chamada “90 – 90 – 90”: diagnosticar 90% das pessoas com HIV e que 90% delas estejam em tratamento e, destas, 90% tenha a carga viral zerada.

    Na segunda-feira, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou no Diário Oficial da União uma resolução autorizando o registro de produtos para o autoteste.

    De acordo com o diretor, os testes de farmácia devem alcançar uma parte da população que deixa de se testar por vergonha de ir a um serviço de saúde ou pedir o exame ao seu médico.

    Em geral, o autoteste faz o diagnóstico por meio de fluídos da boca (da gengiva ou da mucosa da bochecha) ou utilizam uma gota de sangue, a partir de um pequeno furo na ponta do dedo.

    Os resultados ficam prontos em até 30 minutos.



    Publicado por jagostinho @ 13:32



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.