• abrir o diálogo com os pré-candidatos Ratinho Jr. (PSD) e Cida Borghetti (PSD), sem descartar conversações com Osmar Dias (PDT);
  • não apoiar nenhum deles;
  • lançar apenas candidatos a senador (Requião seria um deles);
  • lançar candidato próprio ao governo (Requião).

Na eleição de 2002, quando ganhou seu segundo mandato de governador concorrendo com o ex-aliado Alvaro Dias, apareceu na propaganda do adversário um vídeo antigo em que Requião dizia estar disposto a subir no palanque até mesmo com o diabo.

A autenticidade do vídeo foi contestada por Requião, que contratou o perito Ari Fontana para dizer que se tratava de uma montagem.

Alvaro Dias, porém, contratou perito mais famoso, Ricardo Molina, que atestou sua autenticidade.