Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 23jul

    GAZETA DO POVO

     

    Com vice em aberto, Ratinho Jr. lança candidatura ao governo do Paraná

     

    Ausência do PSL, do presidenciável Jair Bolsonaro, indica que o partido deve desembarcar da aliança de Ratinho e rumar para o grupo que apóia Cida Borghetti (PP)

     

    Ratinho Jr. (à esq.) ao lado do pai, Ratinho | Marcelo Elias/Gazeta do Povo

    Ratinho Jr. (à esq.) ao lado do pai, Ratinho Marcelo Elias/Gazeta do Povo

    O deputado estadual Ratinho Jr. lançou oficialmente a sua candidatura ao governo do Paraná pelo PSD neste sábado (21), no Espaço Torres, em Curitiba.

    A convenção estadual reuniu cerca de 4 mil pessoas e correligionários dos 399 municípios do estado, segundo os organizadores.

    A grande ausência ficou por conta do PSL, do presidenciável Jair Bolsonaro, que não enviou seus representantes ao evento, sinalizando uma possível ida para a coligação da atual governadora e candidata à reeleição Cida Borghetti (PP).

    A convenção reuniu três partidos (PSD, PSC e Avante) dos sete que estão confirmados na coligação com o deputado estadual.

    O PV vai reunir os apoiadores ainda neste sábado e PR, PRB e PHS ainda farão suas convenções para definir nomes de candidatos a deputado estadual e federal.

    Na atual formatação, a coligação deve ter, nos cálculos internos, quase cinco minutos de tempo de TV – PSD com 75,7 segundos, PR com 71,5 segundos, PSC com 27 segundos, PRB com 73 segundos, PV com 28 segundos e PHS com 17 segundos.

    O candidato a vice-governador na chapa não foi anunciado, nem os candidatos a senador.

    Para vice, os nomes mais fortes são Norberto Ortigara (PSD), ex-secretário estadual de Agricultura, e Darci Piana (PSD), ex-presidente da Fecomércio.

    O ex-presidente da Fiep Edson Campagnolo (PRB) e Marcel Micheletto (PR), ex-prefeito de Assis Chateaubriand, também aparecem na disputa.

    O deputado Ademar Traiano (PSDB), presidente da Assembleia Legislativa, acompanhou a convenção como forma de mostrar apoio pessoal a Ratinho Jr.

    Na entrevista que concedeu antes de entrar no palco, o candidato deixou em aberto a definição do Senado.

    “Todos os partidos têm seus nomes. Todos bons nomes. Vou buscar nomes que possam ajudar o Paraná. O estado perdeu muito tempo com brigas políticas em Brasília”.

    Ele negou que o ex-governador Beto Richa (PSDB) possa compor a campanha, assim como uma possível desistência de Cida Borghetti (PP).

    “O que tenho de informação é que ele compõe a chapa com Cida Borghetti”.

    /ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/07/21/Parana/Imagens/Vivo/20180721-convencao-ratinho-jr-eleicoes (14).jpeg

    O agora candidato Ratinho Jr. discursa na convenção – Marcelo Elias/Gazeta do Povo

    O deputado estadual disse que a plataforma de campanha está pronta. “Quero diminuir a máquina pública, em 50% o número de secretarias, implantar tecnologia… Deixar quem gera riqueza poder trabalhar. Fazer com que poder público possa ser um facilitador”, afirmou.

    “O plano de governo está pronto, organizado e foi coordenado por Reinhold Stephanes (ex-ministro da Agricultura), mais de 350 pessoas trabalhando. Convicção de que nosso projeto é o mais inovador. Quero levar desenvolvimento industrial para o interior, fortalecer o agronegócio”.

    No discurso do palco, afirmou que representa “o novo”.

    “Por que minha família tem que ser cuidada pelas mesmas duas ou três famílias? É o momento da ruptura política. Um novo modelo de se fazer. Me preparei ao longo desses anos para fazer essa ruptura”, disse.

    O deputado ainda afirmou que quer fazer licitações transmitidas ao vivo pela internet, três refeições para as crianças nas escolas e criar um centro de desenvolvimento em segurança pública.

    “Quero transformar o Paraná em uma Califórnia brasileira, um centro de referência tecnológica”.

    No fim, pediu calma e humildade aos correligionários e citou uma frase bíblica: “a soberba antecede a ruína”.

    Sobre o relacionamento com o funcionalismo público, diz que pretende criar um plano para quatro anos.

    “Venho debatendo muito, conversando com o presidente do sindicato dos servidores. Quero sentar com eles para planejar quatro anos de ação”.

    As deputadas federais Leandre (PV) e Cristiane Yared (SD) também discursaram, assim como Darci Piana (PSD), único dos cotados a vice a falar.

    No fim do evento, Carlos Massa, o Ratinho, pai do deputado, afirmou que o filho tem condições de ser o melhor governador da história do Paraná.

    Ainda no sábado (21) o candidato teve inúmeros compromissos com a base aliada.

    Um deles foi um almoço oferecido pelo deputado estadual Márcio Nunes (PSD) a 300 correligionários que vieram de Campo Mourão para acompanhar a convenção partidária.

    Ratinho Jr. fala sobre seu plano de governo 



    Publicado por jagostinho @ 14:01



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.