Debora, advogada e mulher do presidenciável Alvaro Dias (Podemos), postou em sua página no Facebook contundente crítica ao ministro do STF Luiz Edson Fachin – o “único” dos sete ministros do TSE que votou a favor da manutenção da candidatura de Lula a presidente.

A decepção de Debora tem raízes históricas: seu marido, como senador, foi quem mais lutou para que o Paraná tivesse, pela primeira vez, um representante no Supremo Tribunal Federal.

“Que vergonha de um dia ter acreditado em vc, ter defendido sua capacidade, ter confiado em sua honestidade e lisura… mas vc não vai arrastar o Paraná, com vc, nesta lama”, escreve Debora Dias.