O índice do Ideb sempre foi motivo de comemoração nos últimos anos para o ensino da prefeitura de Curitiba, sempre um dos melhores do país.

Professores com salários maiores do que em outras capitais, reciclados e escolas bem aparelhadas mostravam os bons resultados no rendimento escolar.

Rafael Greca foi eleito com aquela frase marota – “se eles não sabem saber, deixa que eu faço” – e proclamou o reajuste zero aos professores, dentro do tal ajuste fiscal.

Em apenas um ano colhe os frutos da gestão num ponto crucial.

Uma cidade que perde pontos logo na Educação básica vai se orgulhar do quê?