O governador eleito, Ratinho Jr, continua descansando na fazenda da família próximo a Londrina e só a partir da próxima segunda-feira virá para Curitiba, onde começa a se preparar para a posse em Janeiro.

Duas medidas serão tomadas imediatamente: 1) ele terá uma conversa com a governadora Cida Borghetti, para oficializar o período de transição e 2) depois disso vai definir os nomes para dar início aos trabalhos.

O resto é especulação.

O ex-ministro Reinhold Stephanes, que organizou o plano de governo do candidato, afirma que as principais diretrizes serão cumpridas.

Dentro de 10 dias , no máximo, a equipe começa a detalhar o plano para colocá-lo em prática.

Stephanes negou que tenha ido à secretaria de Administração em busca de informações sobre a máquina pública para começar a montar as listas de demissão dos cargos em comissão do governo, como foi divulgado.

“Isso é um desrespeito com minha história e com o meu trabalho. Não há nada disso em prática”, afirmou.